Por Daiane Silva em 11/10/2011

A prática diária de ioga proporciona mente sã em corpo são, literalmente! O corpo fica flexível e firme, livre de toxinas e, além disso, a mente fica mais leve e relaxada com a associação da meditação ou apenas da concentração nos exercícios.

E, para quem torce o nariz ao ouvir falar em hatha yoga, por exemplo, pensando que até os nomes dos movimentos são complicados, uma boa notícia: os movimentos podem ser feitos por qualquer pessoa e os benefícios são imensos!

A prática cresce a cada vez mais no mundo inteiro, principalmente na busca por um pouco de relaxamento e combate ao estresse, que é sempre um problema sério na vida corrida que todos levamos. Algumas famosas já aderiram e garantem que, além dos corpos remodelados e definidos, ganharam muita qualidade de vida.

Quem também pratica…

Eliana

Eliana

 

Demi Moore

Demi Moore

 

Jennifer Aniston

Jennifer Aniston

Hatha… o quê?!

Hatha significa força,esforço, vigor e poder, o que significa que a prática é vigorosa, trabalhando o corpo, ativando intensamente os chacras e dinamizando suas moléculas, desobstruindo canais energéticos, chamados “nadis”.

Também há um significado simbólico em que “há” simboliza o sol e “tha” simboliza a lua.

A prática de ioga garante sim, a perda de muitas calorias, embora as aulas de hatha yoga sejam consideradas aulas mais simples e tranquilas. Embora esse não seja o objetivo do hatha yoga, que elimina as flutuações da mente e, por conta disso, ajuda a equilibrar o corpo e a mente.

A prática não tem nenhuma contraindicação, pessoas de quaisquer biotipos e idades podem se beneficiar das técnicas milenares e notarão grandes diferenças, principalmente em seu modo  de ver a vida. São vários níveis, por isso, podem ser feitos por todos e, quanto mais a pessoa fizer, mais conhecimentos adquirirá.

Um ponto importante antes de começar a praticar ioga é saber que não tem a ver com religião, são apenas técnicas que, quando praticads com amor e concentração, trarão saúde, poder mental e espiritual. Com as técnicas, se libera tensões, a percepção aumenta e o coração fica ritmado.

Além das posturas, também é aconselhada a redução no consumo de carne vermelha e, após as 18h, somente alimentação leve.

“Ioga é a fixação da mente no silêncio.” (Sri Dharma Mittra – mestre de ioga)

Os oito passos para a iluminação

  1. YAMA – questões e éticas morais: como o iogue se relaciona com o mundo. Aqui, se desenvolve o desejo profundo e a compaixão(se por no lugar do outro);
  2. NIYAMA – purificação: forma como a pessoa deve se comportar consigo mesma. Aprende-se a purificação do coração e a renúncia do ego;
  3. ÁSANA – postura: estimula as glândulas e desperta desejos psíquicos, fazendo bem à saúde;
  4. PRANAYAMA – controle da respiração: inspirando e expirando em ritmo correto, passa-se a controlar as emoções, elevando o poder sensitivo a níveis acima do normal. A energia presa na lombar é direcionada para cima em direção à espinha e à cabeça.
  5. PRATYAHARA – domínio dos sentidos: com a prática da meditação, consegue-se controlar os sentidos.
  6. DHARANA – concentração: o foco fica concentrado, menos disperso com a prática do hatha yoga, consequentemente o equilíbrio interior aumenta e se obtem mais calma.
  7. DHYANA – meditação e visualização: aqui, chega-se a um nível profundo de concentração, nenhum agente externo poderá distrair e não há nenhum pensamento na cabeça (esse é um nível elevado e difícil de ser atingido)
  8. SAMADHI – contemplação: chamado de  “estado de bless”(benção). A mente para e a realidade é revelada. Este é o estágio da iluminação!

Conheça alguns dos movimentos da Yoga

Bhujangasana

Bhujangasana (“postura da cobra”)

Deitada de barriga para baixo,flexionar os braços ao lado do corpo e inclinar o corpo para trás, sempre mantendo o olhar no alto.

 

Siddhasana

Siddhasana (postura da perfeição )

Sentada, de pernas cruzadas em cima de uma almofada, fazer três respirações profundas.

 

 

Paschimotanasana

Paschimotanasana

Sentada, com o tronco flexionado para a frente, esticar as pernas completamente e levar o tronco para baixo, até que o queixo encoste nos joelhos. Ficar na posição enquanto for confortável, começar a voltar à posição inicial devagar, desenrolando a lombar, subir o tronco e por último a cabeça.

 

 

Viparita Karani

Viparita Karani (postura invertida)

Encostar o bumbum na parede, sentindo toda a coluna no chão. Ficar na posição por 3 minutos.

 

Maha Mudra

Maha mudra

Esticar a perna direita, dobrar a esquerda e, com as mãos, tentar alcançar a ponta do pé da perna esticada. Repetir com a outra perna.

 

Salabhasana

Salabhasana (postura do gafanhoto)

Deitada de barriga para baixo, elevar, ao mesmo tempo, tronco e pernas, como se fosse uma gangorra.

 

Matsyendrasana

Matsyendrasana (postura do sábio)

Sentada, dobrar a perna direita e em seguida passar a perna esquerda por trás do joelho da perna dobrada. Dar uma torcida de leve no tronco, para o lado oposto.

 

Dhanurasana

Dhanurasana (postura do arco)

Deitada de barriga para baixo, dobrar as pernas, levando-as na direção dos glúteos. Esticar os braços, pegar os pés pelos tornozelos e elevá-los.

 

Shavasana

Shavásana (postura do cadáver)

Deitada no chão, pernas levemente afastadas, braços ao longo do corpo, mãos espalmadas para cima, relaxar todo o corpo no solo, soltando todos os músculos, principalmente os músculos do pescoço, relaxar a mandíbula e procurar não se mexer por cinco minutos ou mais.

>> Relaxa e reduz o estresse, diminui sintomas de ansiedade.

 

Postura Guerreiro

Postura do guerreiro

Manter as pernas afastadas a pouco mais de cinco palmos. Girar o pé da frente para fora, alinhar o calcanhar direito com o arco do pé esquerdo. Flexionar a perna da frente, mantendo o joelho em um ângulo de 90 graus e a coxa, paralela ao chão. Estender os braços.

Veja mais!