Você sabia? Saúde infantil já começa durante a gestação

A escolha da futura mamãe por comidas saudáveis e balanceadas vai garantir uma boa nutrição para a criança


Quando a mulher está grávida é responsável por alimentar o seu bebê por meio da própria alimentação. Isso significa que a escolha de comidas saudáveis e balanceadas vai garantir uma boa nutrição para a criança.

Além disso, alguns pesquisadores defendem que as preferências alimentares começam a serem definidas nesse período. Por isso, a gestante deve saber selecionar bem o seu cardápio.

Esses cuidados devem se prolongar após o nascimento do bebê. A orientação da Organização Mundial da Saúde, a OMS, é que o leite materno deva ser o alimento preferencial e exclusivo até os seis meses de vida, pois o mesmo contém anticorpos e elementos essenciais à saúde do bebê.

Você sabia? Saúde infantil já começa durante a gestação

Foto: depositphotos

Depois desse período, a alimentação complementar deve ser introduzida, com papas de legumes e frutas até os dois anos e, se possível, manter a amamentação.


Nessa fase é fundamental evitar alimentos industrializados. O médico Rubens Feferbaum, presidente do Departamento de Nutrição da Sociedade de Pediatria de São Paulo, adverte: “os pais devem evitar guloseimas e alimentos com excesso de açúcar, sal e gordura – especialmente antes dos 2 anos de idade. É importante, também, verificar a qualidade dos alimentos industrializados e checar os rótulos atentamente”.

Na hora de preparar os pratos para a criança é preciso ter cuidados com a higiene para evitar infecções e contaminações. “É fundamental que o preparo e o manuseio dos alimentos ocorram de forma higiênica, pois alimentos contaminados podem causar diarreia, febre, vômito e levar à hospitalização”, explica o médico.

Portanto, você deve lavar muito bem mãos antes de começar o preparo das refeições, além disso, higienizar as frutas, legumes e verduras. As folhas merecem uma atenção especial, pois elas devem ser tratadas em água corrente. Após a limpeza, esses alimentos naturais devem ser guardados em um local seco e livre de umidade.

De acordo com o pediatra, a introdução de alimentos saudáveis na rotina da criança deve ser feita de forma natural e gradativa, sem impor. Caso haja dificuldades com determinados ingredientes, o responsável pelo bebê não deve abrir mão deles, mas sim tentar reintroduzi-los de outra forma, utilizando-os em diferentes tipos de receitas. Lembre-se de manter os pratos coloridos pois eles são mais atrativos e também garantem diversos tipos de nutrientes.

As escolhas que são feitas na infância tendem a prosseguir para a vida adulta, por isso, que a gestante deve comer o mais saudável possível e oferecer alimentos ricos em nutrientes para a criança, assim que ela deixar a amamentação exclusiva.