Por Ana Ligia em 30/09/2016

A vitamina C é um componente muito importante para o organismo. A principal forma de combater gripes e resfriados é também uma excelente forma de manter a pele com a aparência jovem e saudável.

Rica em antioxidantes, a vitamina C é capaz de eliminar os radicais livres, o que ajuda a reduzir os sintomas de envelhecimento na pele.

O nutriente também uma arma poderosa contra as hipergmentações, ajudando a clarear as manchas da pele e possui efeito protetor contra os raios UVA e UVB.

Vitamina C: importante aliada para o rejuvenescimento da pele

Foto: depositphotos

A dermatologista Claudia Marçal explica que a Vitamina C a 20% é a dose mais alta e eficaz encontrada no mercado. “A concentração a 20% garante multibenefícios, como proteção avançada contra oxidação, prevenção do envelhecimento cutâneo, aumento da firmeza, melhora da uniformidade da pele e ação clareadora. Concentrações maiores ou menores que 20% não conferem a mesma eficácia na aplicação tópica, segundo estudos”, explica.

A vitamina C pode ser encontrada em diversos alimentos, como a laranja, limão, manga, abacaxi, melão, goiaba, morango, kiwi, acerola, caju, tomate, brócolis, espinafre, aspargos, couve verde, entre diversos outros.

Mas a vitamina C também pode ser solicitada em farmácias de manipulação. Segundo a farmacêutica Silvana Masiero, a vitamina C é um ativo encontrado no mercado em várias apresentações.

“A Vitamina C pura é o ácido L-Ascórbico, um ativo instável, que oxida facilmente. Já o ingrediente Tetraisopalmitato de Ascorbila, apresenta quatro ésteres protegendo o núcleo, que é a Vitamina C pura. Esses quatro vetores de cadeia carbônica são responsáveis pela afinidade com a camada fosfolipídica da célula da pele, o que garante a absorção, penetração e resultado”, destaca a especialista.

Quando a pele entre em contato com esse produto, o ativo promove todos os benefícios que são oferecidos pela vitamina C pura, sendo dez vezes melhor absorvido que o ácido L-Ascórbico.

Veja mais!