Por Daiane Silva em 24/08/2011

Pernas sem varizes

As varizes são um problema que incomoda tanto homens quanto mulheres, mas as mulheres são as mais atingidas, já que sofrem mais com alterações hormonais e gravidez. Além disso, a propensão genética é um agravante nestes casos, se na família há casos de varizes, é quase certo que a pessoa possa desenvolvê-las. Mas essa propensão não é determinante, pode-se evitar o problema, que na verdade não é apenas um problema estético, mas uma doença, já que são dilatações das veias e podem inclusive causar complicações, como hemorragias ou ulcerações, além de serem dolorosas.

Causas

As varizes surgem por fatores diversos, como já foi dito, incluindo hereditariedade, sobrecarga de peso, sedentarismo, entre outros, mas, em questão de prevenção, o ideal é que se faça atividades físicas de maneira frequente, pois o sangue que fica nos membros inferiores é bombeado de volta ao coração quando exercitamos as panturrilhas. Elas funcionam como uma bomba propulsora em atividade e por isso, as pernas ficam livres desse problema.

Para a prevenção, mexa-se!

  • As atividades físicas mais indicadas para prevenção de varizes são: as caminhadas, a natação, a hidroginástica e a bicicleta. Também repousar por uns quinze minutos com as pernas elevadas, pode ajudar o retorno venoso, principalmente se a pessoa fica muito tempo sentada ou em pé. Nesses casos também é aconselhável que a pessoa levante e dê uma volta a cada hora que passar sentada ou em pé.
  • Aliados à essas atividades, também é importante que se cuide bastante do aumento de peso corporal, assim como evitar carregar peso no dia a dia e praticar exercícios físicos de alto impacto.
  • Evitar ficar exposta à altas temperaturas, como saunas, sessões de bronzeamento e banhos muito quentes e demorados, pois isso provoca a dilatação dos vasos.

Se as primeiras varizes surgirem, mesmo que pequenas, é bom procurar um médico, de preferência um cardiovascular para orientá-la sobre quais medidas deve tomar para evitar que o quadro se agrave. Em casos de varizes já dilatadas, há ainda as alternativas para remediar, como cirurgias ou outros tratamentos para secar as varizes. Tudo dependerá do grau do calibre de dilatação das veias.

Veja mais!