Por Daiane Silva em 19/10/2011

Muitas mulheres sofreram em silêncio por muito tempo, sem coragem para procurar ajuda e se livrar de um problema que causa bloqueios psicológicos e impede que a vida sexual seja plena. Atualmente, felizmente, existe correção para a parte mais íntima da mulher também.

À primeira vista, para quem não tem ideia do que signifique, pode até parecer uma futilidade querer modificar a anatomia da vagina, mas, quem se sente incomodada com o tamanho dos lábios vaginais ou com o púbis, acaba se retraindo, de tal forma que até mesmo o uso de biquinis ou calças justas passa a ser evitado.

Vaginoplastia

A vaginoplastia, também conhecida como cirurgia plástica íntima, resolve esse problema e dá novas alegrias às mulheres, que sentem mais livres para explorar sua sexualidade sem traumas, com a auto-estima recuperada.

Causas mais comuns para a procura da vaginoplastia

  • Lábios vaginais muito grandes
  • Murchamento vaginal
  • Monte pubiano grande
  • Escurecimento da mucosa vaginal

Para cada problema, um tipo de cirurgia e anestesia ideal

Mulher

  • TAMANHO DOS LÁBIOS VAGINAIS – A  labioplastia  resolve o problema de tamanho dos grandes labios ou pequenos lábios. A causa mais comum para aumento dos lábios vaginais é a genética, mas o uso de anabolizantes para aumento da massa muscular, pode ocasionar o aumento do clitóris e dos lábios vaginais como efeito colateral. Púbis volumoso pode ser resolvido com lipoaspiração pubiana, e no aumento dos pequenos lábios, é feita a retirada do tecido em excesso e dado pontos, que caem sozinhos depois de vinte dias. Deve ser mantida abstinência sexual por trinta dias.
  • MURCHAMENTO VAGINAL – nesse caso, a bioplastia é utilizada, com o enxerto de biomateriais ou gordura do próprio corpo, recuperando assim, a anatomia dos lábios. A anestesia é local e a cirurgia dura, em média, 30 minutos, a paciente é liberada sem internação hospitalar e a recuperação de dá em uma semana.
  • MONTE DE VÊNUS AVOLUMADO algumas mulheres acumulam gordura na região acima do púbis, o que torna difícil o uso de roupas justas, etc. Para resolver esse problema, o indicado é fazer uma lipoaspiração no local. A cirurgia dura, em média 40 minutos e a paciente é liberada em seguida, podendo voltar às atividades em 48 horas.
  • ESCURECIMENTO DA MUCOSAé retirada uma pequena parte da pele escurecida da mucosa e a paciente é liberada logo após a cirurgia, que dura em média, 30 minutos.
  • Uma cirurgia experimental nessa área de estética íntima, é o aumento do ponto G, que não é uma correção estética, mas funciona para aumentar o volume de orgasmos em mulheres sexualmente ativas, sem disfunções sexuais. Segundo estudos nos Estados Unidos, 87% das pacientes que se submeteram ao procedimento, relataram aumento da frequência e intensidade do orgasmo.

A anestesia nessa cirurgia também é local e dura, em média, 20 minutos, sendo necessária abstinência sexual por dois dias.

Veja mais!