Por Anna de Cássia em 19/10/2012

A saúde da mulher é um assunto muito delicado. O fato de que uma coisa habitual como o uso de uma calcinha pode muitas vezes prejudicar a saúde feminina é algo que ainda é pouco conhecido entre as mulheres. A partir daí, várias teorias malucas são criadas. Veja quais são verdadeiras e quais não são.

A calcinha de lycra faz mal?

Sim, isso é verdade. Estes modelos aquecem a região e impedem a ventilação, facilitando a proliferação de bactérias. Mas elas não estão totalmente proibidas, deve-se apenas evitar usá-las com uma certa frequência.

Passar ferro na calcinha acaba com as bactérias?

Pura lenda! É verdade que o ferro tira toda a umidade da calcinha, dificultando a proliferação de fungos, mas ele não possui nenhum poder esterilizante nas calcinhas. Lavar bem e enxaguar direitinho já são o suficiente para afastar as bactérias. Por falar nisso…

Posso lavar a calcinha no chuveiro?

Pode, mas não com o mesmo sabote que você usa para tomar banho. Ele não possui poder de limpeza. Será necessário deixar sempre no box um sabão próprio para lavar roupas ou peças íntimas. Outro detalhe é que não deve deixá-la pendurada no box. É essencial colocá-la no varal, para que ela possa secar por completo. A umidade do banheiro facilita a proliferação de fungos na região genital.

Calcinha apertada deixa a virilha mais escura?

É verdade. Não é só a depilação que escurece ou deixa manchas na virilha, as calcinhas apertadas também são responsáveis por isto, principalmente em mulheres negras ou morenas, graças ao atrito que a calcinha faz com a pele, deixando-a mais espessa e escura.

Cuidados importantes com as calcinhas

Tira dúvidas – Calcinhas!

Foto: Reprodução/Dreamstime

O aparelho reprodutivo feminino por si só já é bastante sensível e atrativo para bactérias e fungos, agora imagina quão vulneráveis ficamos quando a calcinha ainda ajuda? Alguns modelos impedem a circulação do ar e acabam tornando o ambiente melhor para a proliferação de fungos e bactérias, prejudicando a saúde. Fique ligada!

  • O forro muito grosso pode acabar tendo o mesmo efeito que as calcinhas de materiais sintéticos, tome cuidado com isso.
  • Calcinhas que apresentam o elástico muito apertado, principalmente na região da virilha, podem causar varizes e celulites.
  • Apesar dela ser também uma proteção para a vagina, diminuindo o risco de contaminação, muitos ginecologistas defendem a teoria de que é melhor para a saúde dormir sem calcinha. Pelo menos de vez em quando, caso este hábito a incomode um pouco. E para mulheres que passam o dia inteiro de calça jeans, este é um habito indispensável.
  • Alguns ginecologistas mais liberais defendem até o uso de saias sem a calcinha, pois segundo eles ajuda a ventilar e não oferece risco nenhum de contaminação. Mas cuidado, se a saia for muito curta então a calcinha é essencial para não dar vexame como as celebridades.
  • Trocar de calcinha ao menos uma vez ao dia é um hábito que pode ajudar a prevenir infecções e outras coisas do tipo. O cuidado com a higiene íntima é a mais essencial das medidas para impedir doenças.

Veja mais!