Por Lilian Druzian em 06/12/2011

Edema significa inchaço, então, edema  pulmonar é um inchaço nos pulmões, pelo acúmulo de líquido, que pode ser ocasionado por vários motivos, dentre eles, a insuficiência cardíaca para remover os líquidos da circulação dos pulmões, que é chamado de edema cardiogênico, ou, uma lesão ao setor de troca de gases dos pulmões.

Há um “vazamento” de água dos vasos sanguíneos para o tecido pulmonar, já que estes não são tubos impermeáveis, mas porosos e permitem a saída e entrada de células, proteínas, bactérias e água.

Isto pode ocorrer devido a dois fatores, mais comumente:

+ Pelo aumento da pressão interna dos vasos sanguíneos, a água do sangue tende a “vazar” e se acumular no tecido dos pulmões, especialmente na área onde ocorrem as trocas gasosas, que são os alvéolos.

+ Aumento dos poros dos vasos sanguíneos, o que os torna mais permeáveis, ocasionado por certas doenças.

Edema pulmonar

Estas são as causas mais comuns de edema pulmonar agudo

  • Insuficiência cardíaca congestiva;
  • Infarto agudo do miocárdio (ataque cardíaco);
  • Crise de hipertensão;
  • Válvulas do coração doentes;
  • Insuficiência renal;
  • Infecção pulmonar;
  • Atingir altitudes elevadas em pouco tempo;
  • Consumos de algumas drogas como cocaína e heroína;
  • Lesão neurológica.

Como são os sintomas?

Edemas de pulmão podem se desenvolver lentamente ou subitamente, depende das causas. Quando se desenvolve rapidamente chama-se edema pulmonar agudo.

Casos de insuficiência cardíaca normalmente são do tipo que vão ocasionando os sintomas de forma gradual, por exemplo: o líquido vai se acumulando de forma lenta nos pulmões e o paciente começa a sentir sintomas como: cansaço constante até mesmo quando está em repouso; intolerância a esforços;  ao deitar-se, é comum o uso de dois travesseiros ou  mais, já que há falta de ar; também, os pés e tornozelos costumam inchar e o peito apresenta chiado quando é auscultado. Nesses casos, de insuficiência cardíaca, os pacientes costumam piorar gradualmente do estado cardíaco e há uma congestão pulmonar progressiva.

Os  sintomas do edema agudo dos pulmões acontecem se um paciente cardipata (como o mencionado anteriormente) tem um ataque cardíaco, uma infecção grave nos pulmões ou um grande aumento de pressão de forma súbita. Ele sentirá muita falta de ar, tosse com secreção espumosa, sensação de afogamento, agitação, coração acelerado e não conseguirá se deitar. Como a água no pulmão impede que o sangue oxigene, acontece o mesmo processo de um afogamento. Sendo uma emergência, é preciso que se trate esse edema agudo com rapidez, caso contrário, o paciente chegará à parada cardiorrespiratória.

Veja mais!