Por Daiane Silva em 22/12/2011

Perder uns quilos é o sonho de muitas pessoas, que estão sempre em busca de métodos de emagrecimento, dietas e exercícios, em alguns casos, mas, já há alguns anos vemos que a população mundial vem engordando, então, a questão é muito séria e não se trata apenas de vaidade, mas de manter a saúde!

Apesar de o assunto estar sempre sendo debatido e as informações a respeito de alimentação mais saudável também estarem sempre sendo expostas pelos veículos de comunicação, parece que seguir uma dieta mais equilibrada e manter uma rotina de exercícios não é muito fácil para a maioria das pessoas que sofrem com excesso de peso. Assim, os números de doenças relacionadas à obesidade, como diabetes e cardiopatias, aumentam e matam mais.

Será que é possível emagrecer dormindo?

Uma das teorias que mais agradaram nesses últimos tempos (e que foram comprovadamente eficazes) foi a de que dormindo também se emagrece! Sim, pode até parecer um sonho, mas, vários estudos confirmaram que uma boa noite de sono realmente ajuda a manter as gorduras sob controle.

Veja como foram realizadas as pesquisas

O maior estudo a respeito foi feito nos Estados Unidos, pela Case Western Reserve University, de Cleveland, que levou 16 anos para ser concluído e teve a participação de 68 mil mulheres, desde 1986, a cada 2 anos elas respondiam questionários sobre os hábitos de sono e sua relação com o aumento de peso. As que sofriam de insônia, ganharam, em média, 2,4 quilos a mais do que as que dormiam regularmente, ocasionando um aumento de 7,2 quilos em dez anos.

Segundo neurologistas, a fase mais crítica, em que essa relação entre as noites mal-dormidas e o aumento de peso é mais evidente é a faixa entre so 20 e 30 anos, talvez devido ao estilo de vida da mulher moderna, que tem excesso de tarefas e obrigações, como as trabalhadoras solteiras, que dormem menos, por não se desligarem facilmente de seus compromissos.

As mulheres que dormem menos, mesmo comendo menos engordam mais. Veja por quê

CORTISOL ELEVADO:

Esse hormônio do estresse, além de aumentar a fome, ainda acumula gordura, principalmente na região abdominal. Também eleva a pressão arterial e o açúcar no sangue, predispondo a diabete e acelera os batimentos cardíacos.

LEPTINA E GRELINA:

A leptina é um hormônio que inibe a fome por muitas horas e é liberado durante o sono, para que a fome não interrompa o descanso. Porém, se a pessoa não dorme direito, os efeitos desse hormônio caem muito e a fome aparece durante a noite e também durante o dia e, para piorar, se há falta da lectina, há aumento de produção de grelina, que é outro hormônio, este produzido pelas células de gordura, que aumenta a vontade de comer de tudo.

MENOS GH:

O hormônio do crescimento, que aumenta o tônus muscular e ajuda no condicionamento físico, mantém a firmeza da pele e inibe o acúmulo de células de gordura no organismo, tem seu ápice de produção durante o sono profundo, portanto, quem não dorme bem ou acorda várias vezes durante a noite, pode ter um desequilíbrio entre o ganho de gordura e de massa muscular, para mais gordura e menos massa muscular.

Siga algumas dicas preciosas que farão com que você tire proveito das horas de sono (e assim… emagreça!)

  1. Calcule o tempo necessário de sono: observe o quanto precisa dormir para acordar sentindo-se descansada e bem-disposta. Para a maioria, na faixa entre 20 e 30 anos, o tempo de sono ideal é de oito horas;
  2. Desconte o atraso: sabendo qual é o seu tempo de sono ideal, crie uma espécie de banco de dados e, se dormir menos durante a semana, tente recuperar o tempo no final de semana.
  3. Use o crédito de sono: se você tiver que acordar uma hora antes para algum compromisso, durma uma hora mais cedo.
  4. Não dispense o carboidrato: ele é rico em triptofano, que acalma e possibilita uma boa noite de sono. Uma refeição à base de macarrão e legumes, sem exageros nas porções é ótima opção para jantar.
  5. Beba leite quente: a receita antiga é válida porque o leite também contém triptofano, assim, um copo de leite antes de dormir, garante uma boa noite de sono.

Para emagrecer, não esqueça: Durma bem, mantenha uma alimentação balanceada e pratique exercícios regularmente.

Veja mais!