Por Nayla Georgia em 30/04/2012

As cólicas que tanto atormentam as mulheres em idade fértil devido ao ciclo menstrual são também conhecidas por desmenorreia e acontecem normalmente no período menstrual, quando há a produção de prostaglandina (hormônio responsável pela contração do útero). Algumas vezes pode até comprometer a vida cotidiana da mulher e dificultar sua concentração e produção na escola ou trabalho.

O principal sintoma é a dor no baixo ventre, podendo ser intensa ou moderada. Alguns casos podem ser associados a dores de cabeça, enjôos, inchaço e dor nas mamas. A desmenorreia pode ser primária, quando o endométrio causa o excesso na produção da prostaglandina, ou secundária, causada por alguma alteração patológica no aparelho reprodutor, como miomas, fibromas, tumores, estenose cervical, endometriose etc.

Chás para cólicas menstruais

Receitas de chás para curar as dores das cólicas | Imagem: Reprodução

No segundo caso, as cólicas devem ser diagnosticadas e tratadas por um ginecologista. Há casos em que cirurgias são requeridas. Já o primeiro caso é mais fácil de ser tratado e as dores podem ser aliviadas com alguma medicação, alimentação rica em fibras, prática de atividades físicas (exercícios aeróbicos, por exemplo), bolsa de água quente no baixo ventre e até chás naturais.

Receitas de chás para aliviar as cólicas menstruais

As ervas medicinais estão sempre presentes no tratamento de doenças, dores e disfunções do organismo. No caso das cólicas menstruais, são indicados o orégano, a calêndula, a hortelã, a erva cidreira, o capim santo e, também, o gengibre. Aprenda como fazer beber o chá corretamente.

  • Orégano: ferver uma xícara de água e acrescentar 2 colheres (chá) de orégano, deixando tampado por cerca de 5 minutos. Coar e beber duas ou três vezes ao dia, sem adoçar.
  • Calêndula: ferver uma xícara de água e acrescentar uma colher (sobremesa) de flores de calêndula, deixando abafado por 10 minutos. Coar e beber diariamente durante os dez dias precedentes à menstruação.
  • Capim Santo: ele possui efeitos anti-espasmódicos e é feito em forma de infusão. Colocar algumas folhas em um recipiente, despejar água quente por cima e abafar por 5 a 10 minutos. Tomar a infusão morna, três vezes ao dia.
  • Gengibre: o chá possui propriedades anti-inflamatórias. Para fazer basta ralar o gengibre, adicionar um litro de água fria e levar ao fogo. Quando ferver, deixar por mais 5 minutos e desligar. Deve ser ingerido quente, três vezes ao dia.

Dicas

Não deve ser acrescentado açúcar ou adoçantes, para não comprometer as propriedades das plantas. Caso seja necessário que seja adoçado, prefira usar um pouco de mel. É contra indicado, também, o uso de panelas de alumínio e micro-ondas para ferver a água.

Veja mais!