Por Lilian Druzian em 10/11/2011

Fique por dentro

A DISPAREUNIA, que é a dor que ocorre durante o sexo, pode ter causas orgânicas, que é o mais comum, ou causas psicológicas, tais como traumas ou uma relação de culpa por motivos variados.

O médico ginecologista deve ser procurado se o desconforto for frequente. Num exame clínico minuncioso é possível perceber se existem lesões nas paredes vaginais que possam ser causadoras de dor, também o médico pode pedir exames mais completos e minunciosos, conforme o relato da paciente.

O desconforto pode ser superficial ou uma dor mais profunda, mais aguda. Nos casos de alergias ou infecção por fungos, como a candidíase, a coceira e irritação são superficiais, no caso da candidíase também há corrimento além da coceira; já uma infecção mais profunda, como no colo do útero, por exemplo, apresenta uma dor aguda.Também é necessário que se preste atenção ao fato de que outros detalhes podem causar a falta de lubrificação vaginal, que pode acarretar a dor, como a menopausa ou o uso de alguns medicamentos. Nesses casos, uma opção válida são os preservativos lubrificados.

Ainda há que ser observado o seguinte: o canal vaginal tem certa elasticidade, entre 8 e 16cm, caso o pênis seja maior do que isso, a relação pode causar dor e até sangramento se a penetração for feita de forma mais abrupta. Por isso, é essencial o casal conversar a respeito, se há dor, algo não está funcionando à perfeição.

Causas mais frequentes de dores durante o sexo

Dor durante o sexo

  • INFECÇÕES DA VULVA OU VAGINA: podem ser causadas por fungos, como a candidíase, ou bactérias e provocar corrimentos além da coceira e também ter causas alérgicas.
  • PATOLOGIAS PÉLVICAS: adenomioses (endométrio entra no músculo), endometriose (endométrio pode causar nódulo no fundo da vagina), tumores pélvicos, que podem ser benignos ou malignos, doença inflamatória pélvica, infecções nos ovários ou nas trompas ou aderências pélvicas.
  • DOENÇAS NO TRATO URINÁRIO: uma das mais comuns é a cistite.
  • LESÕES NA REGIÃO GENITAL: psoríase, piodermites, herpes e outras DSTs.
  • TRAUMATISMOS: podem ser cicatrizes de cirurgias ou sequelas de acidentes;
  • ALTERAÇÕES GENITAIS: podem ser por causa das alterações hormonais na menopausa ou ainda, no pós parto e na amamentação.
  • RESSECAMENTO: durante a menopausa, a vagina pode se tornar menos elástica e com a lubrificação reduzida, o que gera dores durante o sexo.
  • PROBLEMA PSICOLÓGICO: as causas do que se chama vaginismo podem ser diversas, mas o que ocasionam costuma ser o mesmo: contratura dos músculos da vagina e a dificuldade da penetração.

Veja mais!