Por Nayla Georgia em 10/07/2012

Para ter uma pele saudável, livre de manchas e, principalmente, do câncer de pele o protetor solar é essencial. A pele bronzeada pode até ser bonita e atraente, mas não é saudável. O bronze é uma reação da pele para se proteger dos raios solares nocivos e para evitar os grandes problemas cutâneos é de extrema necessidade o uso diário do protetor solar. Existem dois tipos de filtros solares: o físico e o químico (conhecido como orgânico). Este primeiro é composto por óxido de titânio e/ou óxido de zinco, sua função é refletir os raios solares que incidem na pele. O segundo é feito de moléculas orgânicas que absorvem estes raios. Além do próprio protetor comprado nas farmácias, é possível encontrar outros produtos cosméticos que já são fabricados com certo fator de proteção, entre eles estão os batons, bases e xampus.

Protetor solar

Foto: Reprodução

Os raios UV

O Sol emite três tipos de raios ultravioletas, o UVC, UVB e UVA. A incidência destes raios varia, mas eles atingem a Terra todos os dias, até mesmo nos nublados. Nesses dias de clima ameno e céu nebuloso o cuidado em usar o protetor solar deve ser ainda maior, tendo em vista que os raios ultravioletas conseguem ultrapassar as nuvens e, como não sentimos calor, o mormaço acaba queimando nossa pele com a mesma intensidade sem que percebamos. As queimaduras do Sol são responsáveis por 80% do envelhecimento na pele e eles ainda chegam a triplicar a possibilidade de contrair o câncer de pele, também chamado de melanoma. Por isso, é de grande importância o uso diário do protetor solar. As mulheres podem usar a base com protetor e devem sempre levar um protetor para o corpo na bolsa, caso se exponha ao Sol com frequência.

Os fatores FPS

Muitas pessoas falam que a partir do fator 30 não há diferença entre os fatores, o que não é verdade. Mesmo a diferença parecendo pequena, cada uma tem a sua indicação e funciona bem. No caso do PFS 15, cerca de 92% da radiação é bloqueada, já o 30 protege 96% e o 60, 98%. Não há muita diferença entre os termos “protetor” e “bloqueador”, o segundo não deve dar a ideia de que uma vez aplicado, não será necessária a reaplicação do produto. É importante procurar na composição do protetor as substâncias: oxbenzona, octocrileno e etilexiltriazona, pois eles mantêm a eficácia dos filtros durante várias horas.

Dicas para usar melhor o protetor solar

  • Use diariamente fatores acima de 15.
  • Se tiver pele morena ou negra o FPS 20 funciona muito bem.
  • Caso sua pele for branquinha, opte pelos FPS 40 ou maiores.
  • A oleosidade de alguns produtos costuma ser rejeitada pelas mulheres, para isso escolha os produtos “oil-free”.
  • Peça recomendações ao seu dermatologista sobre qual produto é o ideal para sua pele.
  • Jamais use o mesmo protetor do corpo no rosto, pois o produto destinado ao corpo é mais oleoso e denso, logo, pode obstruir os poros e causar espinhas.

Veja mais!