Por Daiane Silva em 23/10/2011

Um dos maiores medos que rondam a vida de casais monogâmicos, a traição, tem diversos estudos publicados a respeito e a maior parte deles aponta os homens como os principais “puladores de cerca”.

O que leva os seres humanos a desejarem estar (ou apenas transar) com outras pessoas fora de seus relacionamentos? Alguns pesquisadores concluem que, tanto para as mulheres quanto para os homens, a monogamia não é uma coisa natural, visto que todos sentem atração por outras pessoas. Por isso, o “clube dos traídos” possui sócios de ambos os sexos, os homens apenas levam mais fama em virtude da cultura machista e dos costumes de antigamente, quando as mulheres eram mais recatadas e, embora traíssem também, o fato não costumava vir à público. Hoje em dia, com a liberação da mulher, ela passou a se portar tão agressivamente quanto os homens, mas, em síntese, eles ainda parecem ter maior facilidade para pular a cerca. Por isso, vamos analisar apenas a questão dos homens que traem.

Traição

Por que será que é tão natural para alguns o hábito da traição?

  • Alguns cientistas dizem que a culpa é do testosterona, hormônio responsável pela agressividade e também pelo desejo de conquista;
  • Também há a teoria de que a transa com diversas parceiras é instintiva para a perpetuação da espécie, não só humana, então a monogamia seria, de fato antinatural.
  • A mais evidente é a de que os homens trazem enraizada em si mesmos, a ideia de que, para serem respeitados como machos, precisam trair  quantas vezes puderem.

Acompanhamos alguns depoimentos masculinos à uma revista feminina e são surpreendentes! Alguns confessam suas escapadas até com orgulho, mas ainda há alguns que se dizem contra a traição e afirmam que, apesar de se sentirem atraídos em determinados momentos por outras mulheres, resistiram e foram (literalmente) fiéis às suas convicções. Também há os que traíram e se arrependeram sinceramente, percebendo que a traição não justificava a frustração posterior.

Infidelidade

Em meio a todas as possibilidades, uma das justificativas para traição mais interessantes para as mulheres, diz respeito à uma neurose que acomete todas as mulheres que, ou tem filhos ou já são mais maduras: apesar de se sentirem atraídos por mulheres bonitas e gostosas, os homens incluem o desleixo da mulher como causa, mas não no sentido de não serem atraentes, mas porque a maioria não investe mais na relação, se acomoda, não tenta se mostrar atraente e sensual, NÃO OS SEDUZ! Então, é bom ficarem atentas, os homens não querem uma miss na sua cama, querem alguém que queira uma farra com eles! Se não for a sua mulher, será alguém disponível!

O fato é que não existe uma lógica para o ato de trair, nem é possível uma generalização, já que cada pessoa vive uma situação diversa e seria descabido apontarmos traidores e vítimas traídas. Certo é que alguns homens se mantém em um nível de imaturidade e insegurança tal, que não possuem condições de avaliar o que implicam seus casos (sejam de uma noite ou não), eles não tem o chamado “freio moral” que faz com que a maioria dos que se sentem tentados, refreie o desejo. A eles o que importa é sua satisfação sexual, ou até mesmo seus egos inflados e não priorizam o relacionamento, nem os sentimentos da parceira, ou a dor que a descoberta poderá causar à pessoa que, deduz-se, lhe seja fiel e ame.

Para outros, a “deslealdade” se dá de maneira diferente, não é uma rotina ou um “vício”, como alguns classificaram, mas um fato isolado, um deslize que pode ter acontecido em momento de crise pessoal ou do relacionamento. Como se sabe, os homens tem certas limitações emocionais, nem sempre conseguem trabalhar suas frustrações ou mágoas e, talvez inconscientemente, sua autoestima esteja diretamente ligada à conquista. Presumindo-se este caso, certamente a aventura será esquecida na hora seguinte à saída do motel.

Dizem os estudiosos do assunto que, mesmo com toda a liberação sexual feminina e com a ousadia evidente da maioria das mulheres, ainda é aí que está a diferença entre homens e mulheres que traem: um homem se envolve com uma mulher a partir da avaliação do corpo e atributos sexuais, ele terá uma noite de prazer e, com boa vontade lembrará o nome da moça no outro dia. A mulher, costuma se envolver com outro homem quando a relação está em crise, o parceiro está distante, quando se sente abandonada ou descobre uma traição (!) e será atraída pelos olhos, sorrisos, gestos e palavras gentis, tudo o que a faça sentir-se desejada.

Fique ligada!

Então, não há uma receita mágica para desvendar o que eles pensam, mas a convivência proporciona muitas ocasiões para se descobrir como pensa o companheiro, em quê ele acredita e do que seria capaz em determinadas circunstâncias. Se você tem dúvidas sobre a possibilidade de ser traída, comece a prestar muita atenção aos pequenos sinais do dia a dia, eles podem deixar você muito segura sobre seu amor! Ou não…

Veja mais!