Por Nayla Georgia em 28/02/2013

Há muito tempo o ser humano se alimenta de carne vermelha, antes mesmo da descoberta do fogo, nossos ancestrais já consumiam esse alimento provindo das caças. Com o passar dos anos, a dominação das chamas melhorou a qualidade da carne, que então poderia ser consumida assada, perdendo várias bactérias e outras impurezas. Contemporaneamente a carne vermelha faz parte do cardápio diário de grande parte da população mundial, no entanto existem aqueles que preferem não consumir, alegando os seus malefícios. Mas, afinal, a carne vermelha faz mal?

Tudo tem um lado positivo e negativo

Pontos positivos e negativos de comer carne vermelha

Foto: Reprodução

Assim como a maioria dos alimentos, a carne é rica em benefícios, contudo também tem malefícios. Enquanto certas pessoas elencam as desvantagens nutricionais desse alimento, outras não abrem mão de ter sempre um bife no cardápio diário. Não se pode negar que a carne tem muitos nutrientes necessários para a boa manutenção do corpo, contudo é importante lembrar que esse alimento é rico em gorduras, que não fazem bem algum para a saúde. Basta concluir que se alimentar com a carne vermelha é uma decisão importante que deve ser feita com cautela, lembrando as limitações do corpo e as consequências que podem vir a surgir.

O lado positivo

A carne vermelha é rica em ferro, vitaminas do complexo B, zinco, magnésio, sódio e outros nutrientes necessários para a boa saúde. Vale ressaltar que o ferro presente na carne é melhor absorvido pelo organismo do que quando encontrado em alimentos de origem vegetal. Uma pessoa com uma dieta equilibrada, com grande quantidade de vegetais, grãos e frutas, tende a diminuir as taxas de colesterol ruim (LDL), portando o consumo da carne é benéfico. Estudos até disponibilizaram a informação de que ingerir uma pequena quantidade de carne vermelha por dia deixa o corpo menos propenso a desenvolver distúrbios de ansiedade e depressão. Para obter o melhor desse alimento, escolha sempre se alimentar de carnes magras.

O lado negativo

Olhando de outro ponto de vista, a carne vermelha pode ser o vilão da história. Ela tem bastante gordura saturada e o colesterol tende a ficar em taxas elevadas, logo, o risco de doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes crescem bastante. Um estudo recente constatou que a carne grelhada somente aparenta ser mais saudável, mas na verdade ela pode estar associada à ocorrência de certos tipos de câncer. Ao colocar a carne na grelha, as gotas que vão pingando no fogo são formadas de um composto heterocíclico que estão associados a essa doença terrível. Por enquanto que os estudos científicos não chegam a uma conclusão absoluta sobre os malefícios da carne vermelha, não há necessidade de se abster desse alimento completamente, basta controlar a quantidade consumida e deixar de lado os cortes gordos.

Dicas gerais acerca da carne vermelha

  • Escolha sempre o tipo de carne com cortes mais magros, por exemplo, lagarto, patinho, alcatra, maminha, filé mignon;
  • Se notar algum foco de gordura no pedaço escolhido, peça ao seu açougueiro para remover essa parte;
  • Em casa, prepare com pouco óleo e retire toda a gordura que tenha ficado;
  • Prefira comer as carnes assadas, refogadas ou grelhadas, evitando as frituras.

Veja mais!