Por Marianna Feiteiro em 10/01/2014

Vamos falar a verdade: Penélope Cruz tem um corpo de dar inveja em qualquer mulher. Com 39 anos de idade e já tendo dado à luz a dois filhos, a atriz exibe curvas generosas e uma barriga sequinha – além de uma exótica e deslumbrante beleza espanhola.

Aos 39 anos, Penélope Cruz tem um corpo de dar inveja

Foto: Reprodução

A boa forma da beldade, no entanto, não é mantida sem esforço. Vegetariana há mais de 10 anos, Penélope é adepta da dieta mediterrânea, que, em termos gerais, prioriza os alimentos saudáveis e naturais.

Segundo a própria atriz, além da dieta, ela credita seu corpo enxuto às aulas de dança e à amamentação. Sua segunda filha, Luna, nasceu em julho de 2013, e a atriz recuperou a boa forma muito rapidamente. Seu outro filho, Leonardo, tem dois anos de idade.

“Eu amo comida espanhola”, disse a bela ao jornal Mirror, do Reino Unido. “Minha dieta é a mediterrânea, que é baseada em comida de qualidade. Eu como bastante, mas tento me alimentar de forma saudável”, revelou.
Penélope declarou que amamentar também ajudou a acelerar sua perda de peso. Dar de mamar pode queimar até 600 calorias por dia.

“Eu me considero muito sortuda de poder amamentar meus filhos, pois, às vezes, ainda que a mulher queira, ela não consegue. Eu dei de mamar ao meu filho por 13 meses e planejo fazer pelo menos o mesmo com a minha filha. A amamentação é uma coisa incrível para os bebês, mas é também muito bom para a mãe, porque regula seu corpo depois da gestação”, contou.

Apesar de sempre ter sido magra, as aulas de dança ajudaram Cruz a tonificar o corpo após o parto. “Eu amo balé e acho meio chato ir à academia porque estou acostumada com a disciplina da dança”, ela disse. “É, de fato, muito difícil, porém muito mais divertido”, completou.

Penélope Cruz é casada com o também ator espanhol Javier Bardem.

Atriz mantém boa forma com a dieta mediterrânea

Foto: Reprodução

Dieta mediterrânea: saiba mais

A dieta do Mediterrâneo é especialmente benéfica à saúde do coração. O regime dá ênfase às gorduras saudáveis, frutas e vegetais e, como fonte de proteína, ao peixe e ao frango. É, inclusive, considerado mais um estilo de vida do que um programa de emagrecimento em si.

O cardápio inclui grandes quantidades de azeite de oliva, peixes e ômega 3. Uma taça de vinho diária também é bastante apreciada por seus seguidores.

O nome da dieta vem justamente do local onde ela foi originada: nos países localizados na costa do mar Mediterrâneo, que são contemplados por uma quantidade enorme de peixes e possuem em seus costumes culinários o consumo deste tipo de alimento. Após observar-se que a população da região tinha uma saúde cardiovascular impressionante e uma expectativa e qualidade de vida muito boas, seus costumes alimentares foram analisados, dando origem à dieta do Mediterrâneo.

Veja mais!