Por Daiane Silva em 29/08/2011

A pele morena ou negra tem vantagens em relação às mais claras, como a melanina em maior quantidade, o que garante uma maior proteção e resistência ao sol, além de uma tendência menor para desenvolver rugas e ressecamento, mas também exige alguns cuidados e proteção como qualquer outra, já que a poluição, o sol e outras agressões externas podem danificá-la também. O filtro solar é indispensável, seja qual for o tom de pele, não esqueça!

Pele morena

A pele negra tende a ser mais oleosa e, na adolescência, por exemplo, é necessário que se mantenha a pele limpa e tonificada para que a acne não seja um problema.

Massagens faciais que estimulam a musculatura do rosto e tratamentos antirrugas e linhas de expressão, que utilizem em sua fórmula  vitamina C e ácido glicólico ou retinóico, são tão importantes para peles morenas ou negras quanto para as claras. Tratamentos de pele que utilizem laser são desaconselhados para as peles negras, que não o suportam.

A pele do corpo

  • Necessita hidratação para que não resseque e fique acinzentada, escolha cremes específicos, para peles secas ou extra-secas.
  • Tome banhos menos quentes e mais rápidos, use sabonetes hidratantes e evite a bucha.
  • Faça esfoliações semanais, dando especial atenção à áreas como as virilhas, por causa dos pelos encravados que podem surgir e também aos cotovelos e joelhos, para que não fiquem com a pele grossa; além dos pés, que podem rachar com mais facilidade, por isso, hidrate-os com cremes potentes e não os lixe muito seguidamente para que a pele não engrosse ainda mais.

A pele morena ou negra, basicamente exige cuidados como as peles claras, mas os produtos são mais específicos ao seu tipo, como por exemplo, os hidratantes corporais devem ser para peles mais secas, geralmente e os produtos para o rosto, para peles mais sensíveis ou até oleosas. O filtro solar pode ter uma graduação menor, como um FPS 10 ou 15, por exemplo, que já é suficiente para uma boa proteção.

Problemas comuns em peles negras

Estrias, manchas ou quelóides (cicatrizes altas): Com as novas tecnologias, existem tantos tratamentos estéticos que podem ajudar as pessoas de pele clara, quanto às de peles escuras. Como o peeling de diamante por exemplo, que produz uma repitelização, ou seja, aplicado nas bordas das estrias, produz novas células de colágeno e elastina, deixando essas marcas bem menos visíveis. As manchas, que aparecem tanto no corpo, quanto no rosto, atualmente podem ser reduzidas também por peelings. Antigamente não eram indicados, mas evoluíram e, quando aplicados de maneira superficial, diminuem mesmo as manchas. Os indicados são os de diamante (microdermoabrasão) associado ao peeling de ácido mandélico. Qualquer dessas técnicas serve para manchas, cicatrizes superficiais e pele grossa.

Quanto à quelóide, que é a cicatriz grossa e saliente bem comum a quem tem pele escura, essa pode ser tratada e atenuada com infiltração de antiinflamatórios, com ultrassom e crioterapia, apesar de não ter cura, a aparência geral melhora muito.

Veja mais!