Por Lilian Druzian em 19/10/2011

O que é corrimento vaginal?

Quando há algum problema ginecológico, a secreção vaginal aumenta e aparecem (ou não) outros sintomas como ardência, cheiro desagradável, coceira e necessidade de urinar com mais frequência. As vaginites ou vulvovaginites são frequentes em consultórios ginecológicos, mas os tratamentos são simples.

Como se desenvolvem as vaginites?

O corrimento vaginal, ou leucorréia, pode acontecer ainda muito cedo na vida da maioria, já que, enquanto crianças, muitas vezes há uma higienização errada quando vão ao banheiro e, em vez de limpar da vulva em direção ao ânus, fazem o contrário, o que causa a proliferação de bactérias encontradas no ânus. Também as roupas muito apertadas e em tecidos sintéticos, são grandes possibilitadoras de ambientes favoráveis às bactérias, por isso, é recomendável o uso constante de calcinhas de algodão, deixando as lingeries em lycra e rendas para uma ocasião especial. As calças também deveriam ser mais folgadas, facilitando a circulação de ar na região.

mulher-corpo

O uso de papel higiênico com perfume, desodorantes íntimos, sabonetes comuns e perfumados ou até amaciantes de roupas perfumados, podem também causar alteração na flora vaginal, fazendo com que o corrimento surja.

Proibido também é o uso de toalhas e roupas íntimas alheias, são facilitadores de transmissão de doenças.

Algumas outras situações favorecem o aparecimento de fungos e a proliferação de bactérias. O estresse costuma liberar substâncias que propiciam a ação de fungos, assim como a gravidez. Os fungos causam uma coceira desesperadora e, algumas vezes dor também e o corrimento é abundante como uma coalhada. Embora algumas mulheres não apresentem sintomas.

Observando a secreção

A secreção natural vai se modificando conforme o ciclo menstrual. No meio do ciclo, na época da ovulação, o líquido vaginal é mais consistente, gelatinoso. Antes da menstruação, torna-se mais leitoso e espesso. Essas alterações são cíclicas e se mantém sempre da mesma maneira, porém, quando há alguma situação favorável, as bactérias aproveitam-se do ambiente propício e se proliferam.

Tipos de corrimentos e fungos

Mulher

  • CANDIDÍASE: é uma micose causada pela Cândida e é um dos mais incômodos e comuns corrimentos vaginais. Causa um corrimento espesso como uma nata de leite que é acompanhado de coceira e irritação. A Cândida aparece quando há uma baixa na imunidade do organismo, quando a resistência vaginal está baixa. Podem causar candidíase: a gravidez, diabetes, infecções e deficiência imunológica e o uso de medicamentos como anticoncepcionais, antibióticos e corticóides. Esse fungo costuma aparecer uma semana antes da menstruação e quase todas as mulheres já apresentaram candidíase ao menos uma vez. Em alguns casos, o parceiro apresenta pequenas manchas vermelhas no pênis e o tratamento é feito com antimicóticos.
  • TRICHOMONAS VAGINALIS: é adquirido sexualmente ou através de contato íntimo com pessoa contaminada. É diagnosticado através de exames clínicos e o tratamento é feito com antibióticos e quimioterápicos, em ambos os parceiros.
  • PAPILOMA VÍRUS: o conhecido HPV se aloja na vagina, colo do útero ou vulva, quando é conhecido por “condiloma genital” ou “crista de galo”. As lesões na vagina ou colo do útero só são diagnosticadas através de exames. No diagnóstico também são utilizados teste de papanicolau e colposcopia e até biópsia da área.
  • VAGINITE ATRÓFICA: ocorre por falta de hormônio, principalmente na menopausa, quando pode ser tratada com progesterona, mas também pode ocorrer por falta de hormônio no parto ou na amamentação.
  • VAGINITE IRRITANTE: pode ser provocada por diafragma, camisinha, absorvente interno ou externo e cremes diversos.
  • VAGINITE ALÉRGICA:  ocasioanda por calcinhas de materiais sintéticos, além de roupas apertadas em jeans ou meia-calça.
  • VULVITES: inflamações externas dos genitais ou vulva, são causadas por papéis higiênicos perfumados ou coloridos, sabonetes cremosos e cheirosos, xampus e condicionadores ou pela roupa íntima que foi lavada com certos sabões e amaciantes.

Veja mais!