Por Pollyana Batista em 06/02/2018

Você conhece o método Dukan de emagrecimento? Sem sombra de dúvidas essa é a dieta do momento. Adotada por inúmeras celebridades, a proposta é cortar o consumo de carboidratos e investir nas proteínas.

Com isso, a pessoa perde peso rapidamente, mas será que é a forma mais segura de entrar em forma? Conheça as polêmicas dessa proposta.

Como funciona a dieta da proteína?

A proposta é a seguinte: cortar o consumo de carboidratos e aumentar o de proteínas, principalmente de origem animal. Essa restrição de carboidratos causa um choque no organismo que, na falta de gordura, começa a processar os depósitos do corpo.

A dieta de proteínas pode ter algumas desvantagens para a saúde

A dieta Ducan corta o consumo de carboidratos e intensifica no de proteínas (Foto: depositphotos)

A nutricionista Sinara Menezes explica como isso acontece: “a glicose é a principal fonte de energia do organismo e os carboidratos, por sua vez, são a principal fonte desse nutriente. Com a queda na ingestão de carboidratos, há também uma queda na oferta de energia imediata, forçando o organismo a buscar alternativas para manter-se ativo”.

Quais são os problemas dessa dieta de proteínas?

Segundo a especialista, o primeiro problema relacionado à dieta proteica é que o corpo pode perder músculos.

“Diante da privação de energia, o organismo recorre aos estoques metabólicos de forma ordenada e, em casos extremos, queima inclusive os próprios músculos – logo, se não seguida com cautela, a perda de peso promovida pela dieta pode não ser um emagrecimento qualificado”.

Outro fator que pesa contra esse procedimento é que o corpo começa a quebrar não só os músculos como o glicogênio, que é rico em água. Portanto, a perda rápida de peso deve-se também a perda de líquido nos tecidos, o que pode fazer mal à saúde a longo prazo.

Segundo a nutricionista, a perda de gordura com saúde acontece de forma mais lenta e gradual. E isso só é possível quando a pessoa muda os hábitos de vida.

Veja também: Delícia saudável: hambúrguer caseiro da Dieta Dukan

“Devido a fama do emagrecimento intenso logo nas primeiras semanas, muitas pessoas acabam, deliberadamente, seguindo a dieta somente por este período, ou pior: recorrem às medidas extremas dessa fase inicial por um período prolongado, acreditando que vão perder ainda mais peso”.

Restringir completamente o carboidrato tem alguma outra consequência?

“Os efeitos adversos da dieta também estão ligados à fatores psicológicos: como a glicose é a fonte primária de energia para o cérebro, essa privação causa mau humor, fraqueza e até mesmo náuseas. É preciso desmistificar a ideia de que o carboidrato é o grande vilão da dieta. Na verdade, o exagero é o grande inimigo da balança. O que vemos atualmente é um consumo desqualificado desse nutriente que, além de ingerido em excesso, normalmente entra no cardápio nas versões refinadas e industrializadas, culminando no ganho de peso”, alerta a nutricionista Sinara Menezes.

Veja também: Os piores alimentos para comer à noite que quebram a dieta

Como perder peso sem fazer dietas muito restritivas?

A reeducação alimentar é um dos pilares da perda de peso saudável

Uma dieta balanceada, não proibitiva, é o segredo para o emagrecimento (Foto: depositphotos)

A profissional afirma que mudar os hábitos de alimentação é uma ótima alternativa para emagrecer com saúde.

A reeducação alimentar é um dos pilares da perda de peso saudável. Substancialmente, isso inclui o controle dos horários das refeições para que o organismo se acostume à nova rotina. Além disso, é importante lembrar que as proteínas de origem animal, até mesmo as magras, contém uma parcela de gordura, que igualmente vão levar ao ganho de peso se consumidas em excesso”.

Veja também: Coxinha da dieta Dukan: livre de farinha e da fritura

Veja mais!