Por Débora Silva em 17/02/2016

A tendência dos tratamentos de pele aponta técnicas cada vez menos invasivas e que focam mais na prevenção para garantir a saúde e a beleza da mesma por um período mais longo. Neste artigo, saiba mais sobre as novidades em tratamentos tecnológicos que conseguem combater os problemas comuns que aparecem na pele.

Novos métodos tecnológicos para tratamento da pele

Novos métodos usam tecnologia para tratar a pele

Foto: Reprodução/ internet

Confira a seguir algumas técnicas que prometem combater os problemas de pele:

Para tratar as rugas

Manter a hidratação em dia é essencial, pois quanto mais preparada para agir contra os radicais livres, menos a pele será atingida. Para tratar as rugas já aparentes e prevenir as que estão por vir, você pode lançar mão de alguns métodos:

Skinbooster: É uma injeção superficial de ácido hialurônico que promove hidratação profunda e previne o aparecimento de linhas finas. A técnica é aplicada em três sessões e o preço total, em média, é de R$ 2.400.

Toxina botulínica: O Botox impede a contração muscular que causa o aparecimento de rugas e linhas de expressão. A sessão custa de R$ 600 a R$ 1.500.

Fotona 4D: Tecnologia que combina o laser Erbium (melhora a aparência de rugas e a textura da pele) e o ND Yag (também usado para atenuar flacidez e vasinhos). Cada sessão custa cerca de R$ 4 mil.

Para tirar manchas

De acordo com especialistas, a melhor opção contra as manchas é associar mais de um dos tratamentos a seguir:

Peeling Cimel: Esta técnica é química e superficial. Ocorre uma descamação fina que estimula a renovação celular e os ativos presentes inibem a produção de melanina. Cada aplicação custa aproximadamente R$ 250.

Peeling de cristal: Com ácido retinoico e indicado para a manutenção. O valor de cada sessão é de R$ 560.

Fraxel Dual: Trata a superfície da pele e as camadas mais profundas, promovendo o clareamento de manchas e estimulando a produção de colágeno. O valor de cada sessão é de R$ 2 mil.

Tratamento contra flacidez

A Ultherapy® é uma nova tecnologia de ultrassom recomendada para tratar flacidez da face e do pescoço, proporcionando um efeito “lifting” que melhora o aspecto da região tratada.

Esta tecnologia age de maneira diferente de outras por promover aquecimento em uma profundidade cutânea que nenhum outro aparelho atinge. Com apenas uma sessão, o método estimula a produção de colágeno, que se mantém por dois a três meses.

Este procedimento é indicado para indivíduos com flacidez moderada da pele da face, do pescoço e da região dos olhos.

A flacidez é tratada de acordo com o grau e outros métodos para o problema são o Voluderm (casos sutis ou moderados com radiofrequência e corrente elétrica) e o Sutura Silhouette (para casos mais avançados).

Veja mais!