Por Daiane Silva em 22/12/2011

A proporcionalidade é fator importante para determinar a beleza de um rosto, segundo os padrões normais, por isso, se um dos elementos da face se salienta demais, o rosto provavelmente fique em desarmonia e não se encaixa nos padrões de beleza. Basta imaginar o que significa um nariz saliente demais em um rosto, ou olhos que destoam do conjunto! Claro que tudo isso é subjetivo e, muitas pessoas afortunadas vivem muito bem e tranquilas com narizes aduncos ou grandes e assim com qualquer outra “imperfeição”, mas, por outro lado, há quem se sinta tão incomodado com uma dessas características que apele para a cirurgia plástica para melhorar o aspecto do seu rosto e se sentir mais feliz!

Assim também é o caso de quem tem um queixo muito saliente ou muito para trás, já que o ideal é que este seja alinhado à uma linha imaginária que passaria pela base do nariz.

As causas para que a pessoa tenha esta área do rosto assim, em desacordo com a harmonia geral da face, podem ser genéticas, por alteração do crescimento ósseo ou ainda por traumas ou tumores.

Havendo uma das situações de alteração do queixo, poderá ser indicada a cirurgia: HIPERMENTONISMO (queixo avançado); HIPOMENTONISMO (retroposto); LATERO DESVIO (desviado para o lado). A mentoplastia também beneficia a aparência do nariz, já que, normalmente o torna menor. E é ainda mais eficaz quando associada à outras correções, como a rinoplastia e a lipoaspiração de papada.

A mentoplastia é realizada de forma tão simples, que o grau de satisfação com essa cirurgia é normalmente bastante alto.

Como é a cirurgia plástica do queixo?

– QUEIXOS AVANÇADOS:

A modificação pode ser feita apenas no queixo ou em toda a mandíbula. Antes da cirurgia, logicamente o caso é estudado e determinadas as alterações a serem feitas, o médico também define como e quanto será a reposição.

O osso da área é cortado e reposicionado conforme estipulado antes da cirurgia, esse osso é colocado mais para trás e fixado com parafusos.

A anestesia nessa cirurgia é geral e é feita uma incisão por dentro da boca.

Se for o caso mais complexo em que a mandíbula também é envolvida, é necessário fazer alterações nos ângulos da mandíbula e também no queixo. Apesar disso, a cirurgia consiste no mesmo método, com anestesia geral e o novo queixo e ossos mandibulares são fixos com miniparafusos como no processo anterior.

PÓS-OPERATÓRIO: por causa da incisão intra-oral, a dieta deve ser líquida; há edema na região da cirurgia e este deve diminuir em até 20 dias.O retorno às atividades ocorre entre 10 e 15 dias.

– RETROPOSTOS:

Quando é necessário uma intervenção apenas no queixo, a incisão é feita dentro da boca, a anestesia é local e a região é avançada com próteses de silicone sólido ou de porex.

Ainda há a possibilidade de avançar o queixo com um corte feito no osso e esse osso é avançado para a frente e fixado com mini-placas e parafusos.

Já os casos complexos envolvendo a mandíbula, exigem anestesia geral e ajustes no ossos mandibulares, que são fixos com mini-parafusos, assim como o novo queixo.

– LATERO-DESVIO:

Um corte é feito no osso da região do queixo, esse osso cortado é desviado para o meio onde é fixado por mini-parafusos. A incisão é feita dentro da boca e a anestesia, nesse caso, é geral. Se o caso também envolver a mandíbula, os ossos mandibulares serão também alterados e fixados com mini-parafusos, como previamente estabelecido.

A média de preços da mentoplastia é de R$2500.

Veja algumas fotos de antes e depois da mentoplastia

Resultado da plástica

Foto com resultado de plástica em paciente com queixo retroposto.

 

Antes e depois da mentoplastia

Outra imagem de mentoplastia corretora de queixo retroposto.

 

Mentoplastia - resultado

Foto de antes e depois da combinação de duas cirurgias: mentoplastia e rinoplastia.

Veja mais!