Por Natália Petrin em 15/10/2015

Você gosta de mandioquinha? Então está na hora de começar a pensar em uma troca que pode ser muito benéfica para você e sua saúde: a troca da batata pela mandioquinha. Antes de mais nada, vamos fazer uma simples comparação: a mandioquinha, apesar de ter mais calorias do que a batata, tem um índice glicêmico mais baixo e é riquíssima em fibras solúveis, que fazem com que a mandioquinha demore mais para ser transformada em açúcar no sangue, o que evita a produção excessiva de insulina, segundo a nutricionista Tarcila de Campos.

A batata salsa é muito usada na culinária brasileira e, portanto, não vai ser muito difícil encontrar receitas com ela como ingrediente. Sua coloração é mais amarelada do que a batata normal. Além de ricas em fibras solúveis, as batatas salsas são excelentes para combater o alto nível de colesterol no sangue, combate à obesidade e prisão intestinal, além de ter ação anti-inflamatória, antioxidante, antifúngica e anticancerígena. É rica em vitaminas C, B, K, e E, além de ser capaz de prevenir doenças e cancros.

Quando ralada, pode ser usada na forma de compressa para aliviar dores ou em rodelas na testa para aliviar as dores de cabeça. Combate, quando usada para o preparo de sucos, as úlceras no estômago e no duodeno. Por ser rica em manganês, ajuda a diminuir os sintomas causados pela TPM, como as dores e o mau humor, bastante comuns nesse período.

Mais saúde: troque o purê de batata pelo de mandioquinha

Foto: Pixabay

Como consumir?

Você pode conseguir uma adequação maior em sua dieta caso faça uma combinação da mandioquinha com raízes com baixo índice glicêmico também, como o inhame e a batata doce. Você pode ainda fazer o purê e transformá-lo em sopa.

Sopa de purê de mandioquinha

– 500 g de mandioquinha sem casca
– 1 cebola pequena
– 1 colher de sopa de azeite
– temperos a gosto
– 1 litro de água
– 100 g de cebolinha

O primeiro passo é cozinhar a mandioquinha em panela de pressão por cerca de 15 minutos. Em seguida, em outra panela, refogue a cebola com o azeite. Adicione os temperos e a água e deixe ferver. Depois disso, bata a mistura no liquidificador junto com a mandioquinha cozida. Coloque tudo na panela que foi usada para refogar a cebola e leve ao fogo baixo até engrossar. Já a cebolinha, coloque-a por cima na hora de servir. Lembre-se de adicionar temperos saudáveis e não acrescentar sal em excesso para não ter problemas com retenção e excesso de sódio.

Veja mais!