Por Anna de Cássia em 10/12/2012

Não pense que você é uma extraterrestre apenas porque seu intestino não funciona diariamente como deveria. Cerca de 56% dos brasileiros sofrem de intestino preguiçoso, e três quartos desta porcentagem equivale a nós, mulheres. Não se sabe ao certo o que faz com que a constipação intestinal seja mais frequente no sexo feminino do que no masculino, mas isso é um fato e precisa ser tratado, para então ser revertido. A maioria das pessoas acredita que prisão de ventre não é uma doença, é apenas um incômodo que logo passa, mas não é bem assim que as coisas funcionam.

Causas dos distúrbios intestinais

Livre-se dos sintomas da prisão de ventre!

Foto: Reprodução

Segundo algumas pesquisas, grande parte dos intestinos preguiçosos são resultado de nervos e sentimentos descontrolados. Por isso acontece mais nas mulheres, já que elas são mais intensas neste quesito. Sempre guardam mais os sentimentos, os nervosismos e as ansiedades, e isso interfere na flora intestinal. Sabe aquele friozinho na barriga que você sente quando algo importante está prestes a acontecer? Pois é, isso é o seu sistema nervoso “conversando” com seu sistema digestivo, e pode ocasionar tanto atrasos intestinais como também uma diarreia.

Tratamentos para a prisão de ventre

A alimentação também é um grande fator que influencia no ritmo de trabalho do nosso intestino. Não adianta controlar as emoções enquanto come um monte de açúcar e gorduras durante todo o dia, pois assim a prisão de ventre não irá embora nunca. Para se livrar deste incômodo você deve montar uma alimentação bem mais saudável e balanceada. Evite comer coisas pesadas antes de dormir, e jante de preferência bem antes de ir se deitar. Tudo isso ajuda o intestino a funcionar mais rapidamente.

Entre os alimentos indicados para entrar no consumo diário estão o mamão, a ameixa, a manga, a linhaça, a granola, a aveia, a lentilha, a soja e até mesmo o café. Substitua também o pão normal pelo pão integral. O mesmo com outras massas como biscoitos, bolachas e até mesmo o arroz. Tudo isso vai ajudar a sua barriga a trabalhar corretamente.

Outras maneiras de evitar o intestino preguiçoso

  • Evite comer carne vermelha todos os dias, pois segundo estudos científicos britânicos o consumo da carne avermelhada atrapalha o ciclo intestinal.
  • Se a vontade de ir ao banheiro chegar, vá imediatamente. Não adie se você estiver fora de casa ou muito ocupada, pois este é o primeiro passo para que o intestino fique preso.
  • Crie uma rotina de ir ao banheiro todos os dias em um determinado horário, por exemplo, depois do café da manhã. É possível sim educar o intestino para funcionar todos os dias na mesma hora.
  • Coma mais alimentos ricos em fibras, como cereais, verduras, legumes e comidas integrais. Elas facilitam muito a digestão e aceleram o intestino preguiçoso.
  • Beba bastante água! Sem o líquido as fibras acabam endurecendo ainda mais o bolo fecal, por isso ela é fundamental, para que assim as fibras possam realmente trabalhar no intestino.
  • Consuma iogurtes ou leites fermentados ricos em probióticos, que são aquelas bactérias que ajudam no funcionamento intestinal. Eles realmente facilitam as idas ao banheiro.
  • Praticar exercícios físicos também estimula o intestino a funcionar mais corretamente. E não precisa ser muita coisa não. Meia hora de caminhada já funciona.

Cuidado!

Não tome laxante quando passar muitos dias sem evacuar, ao menos não sem uma indicação médica. Esses remédios possuem mais efeitos sobre o organismo do que apenas acelerar o intestino. Ao invés de recorrer a essas drogas, tente comer alimentos que te ajudarão a resolver o problema. Caso não funcione, procure um médico.

Veja mais!