Por Ana Ligia em 22/07/2016

A tatuagem é um tipo de arte que já conquistou o coração de milhares de mulheres. É difícil dizer ao certo quando foi o momento da história que se tornou normal marcar próprio corpo, mas a prática parece nunca cair de popularidade. A grande questão é quando vem o arrependimento de ter desenhado algo que foi feito para ficar “permanente”.

1 em cada 3 pessoas se arrependem da tattoo

Uma pesquisa divulgada em 2014 pela Academia Americana de Dermatologia mostra que uma em cada três pessoas tatuadas se arrependem dela. Os procedimentos para a remoção da tatuagem costumam ter fama de serem extremamente doloridos e ainda deixam cicatrizes, como a cirurgia e a abrasão, que “lixam” a pele até que todos os pigmentos sejam removidos. Um método mais simples e menos sofrido de se conseguir esse resultado é através do laser spectra.

Laser promete remover tatuagem de forma menos dolorosa

Foto: Depositphotos

A remoção por meio de laser

O laser contém pulsos ultrarrápidos que removem e clareiam a tinta na pele. O dermatologista Jardis Volpe explica: “a aplicação é pontual e o laser emite luzes que são recebidas pelas partículas do pigmento. Então, essas partículas são fragmentadas e absorvidas pelo organismo. É como se o laser “quebrasse” o pigmento.”

Além de ser um procedimento incomparavelmente menos dolorido que os demais, ele também é eficaz e seguro por garantir a preservação da pele ao redor. As luzes emitidas pelo spectra atingem e clareiam somente os pigmentos do desenho.

O tempo que a tatuagem levará para ser removida depende de diversos fatores. Há quanto tempo ela foi feita, cores, tamanho, em que lugar do corpo está localizada, etc. Os desenhos coloridos são mais difíceis de serem retirados, em especial as cores verde, vermelho e amarelo.

As tatuagens que não são coloridas ou que possuem um tom mais escuro, costumam ser removidos mais rápidos, talvez em até três sessões, dependendo da pessoa. “O intervalo entre as sessões depende do tempo de recuperação da pele, o que geralmente leva de 45 a 60 dias. É fundamental respeitar esse tempo para que a tatuagem seja completamente removida”, detalha a dermatologista Thais Pepe.

Veja mais!