Por Marianna Feiteiro em 16/11/2013

Nesta época do ano, quando o sol começa dar as caras, homens e mulheres, especialmente os que vivem na cidade, correm para a praia a fim de pegar um sol e se livrar do tom de pele “branco escritório” que os acompanhou durante o ano inteiro. Neste anseio por conquistar a cor do verão, muitas pessoas acabam cometendo abusos, o que não só causa um bronzeamento desigual e pouco duradouro, mas também apresente riscos seríssimos à saúde.

Como ter um bronzeado saudável e duradouro

Foto: Reprodução

Saúde em primeiro lugar

Pessoas que já possuem a pele escura ou costumam se bronzear frequentemente tendem a pensar que sofrem menos com os efeitos nocivos dos raios solares. Na verdade, quanto mais clara a pele, mais suscetível a queimaduras do sol ela é. No entanto, quando falamos dos riscos de câncer de pele, ninguém está imune. A pele negra, por mais que tenha menor incidência da doença, quando a desenvolve, apresenta uma evolução mais agressiva. Por isso, o uso de protetor solar é imprescindível para todos os tipos de pele e em todos os horários.

Como se bronzear

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente de que não é possível eliminar toda a brancura da pele em um dia de sol. O bronzeamento é um processo gradual, e tentar pegar cor em um curto espaço de tempo é perigoso.

Expor-se somente nos horários seguros e sempre usando filtro é um fator determinante para um bronzeado bonito e duradouro. Isso porque quem passa das 11h às 16h tostando no sol só irá conseguir agredir a pele, queimando-a demais e fazendo com que ela se renove mais rapidamente, causando o tão indesejado descascamento, fora as manchas. Procure tomar sol antes das 11h e após as 16h durante alguns dias e observe o resultado positivo.

Uma medida que evita o bronzeamento desigual é a esfoliação pré-sol. Ela elimina as células mortas e deixa a pele novinha. Isso fará com que ela demore mais tempo para se renovar e com que isso ocorra de forma homogênea. Além disso, hidratar bem a pele após a exposição ao sol também ajuda a prolongar a cor.

Para acelerar a coloração da pele, você pode investir em cápsulas de vitamina E e betacaroteno, que acentuam a pigmentação e hidratação da pele. Outra alternativa é ingerir alimentos ricos nestas substâncias, que exercem a mesma função. No geral, aqueles de cor alaranjada, como cenoura, mamão, abóbora e acerola, dentre outros, aceleram o processo de bronzeamento.

Por fim, o óleo bronzeador não substitui o filtro solar, já que sua função não é proteger, e sim acelerar o bronzeamento. Algumas pessoas optam por passar o óleo por cima do protetor. No entanto, é importante frisar que esta prática irá comprometer o nível de proteção.

Veja mais!