Por Daiane Silva em 12/09/2011

Com o passar do tempo, a pele perde a elasticidade e a firmeza, aparecem rugas finas ou profundas, conforme os cuidados que a pessoa tenha tido com a pele anteriormente. Dependendo desses cuidados também e, em alguns casos de genética, a firmeza muscular. Algumas pessoas apresentam tipos de pele mais resistente, outras, mais finas e cada uma delas tem um tipo de envelhecimento.

Apesar de as tecnologias evoluírem constantemente e desenvolverem cremes e tratamentos cada vez mais eficientes, como o uso de toxina botulínica, a prática da cirurgia facial, continua sendo muito procurada, principalmente para casos mais graves, que são os indicados pelos cirurgiões a serem tratados com o lifting facial.

Facelift, antes e depois

O Facelift pode ser total, LIFTING DA FACE COMPLETO, ou para a testa, LIFTING DA TESTA

+ FACELIFT COMPLETO: utilizado para corrigir a flacidez de pele da face e do pescoço, queda da pele sob a mandíbula, sulcos profundos do nariz à boca e triângulo de flacidez na maçã do rosto, é o que apresenta os melhores resultados.

+ O LIFTING DA TESTA: utilizado para tratar as rugas da testa e elevar as sobrancelhas, é indicado apenas para casos mais graves, já que a toxina botulínica vem apresentando excelentes resultados nos casos mais leves, obtendo pequeno efeito lifting lifting com botox.

A idade ideal para o candidato a um lifting é entre os 40 e os 65 anos, quando há alterações na firmeza da pele bem evidentes e não podem ser resolvidas por procedimentos não cirúrgicos. A intenção de quem opta pelo lifting deve ser uma melhora, mas não deve ambicionar a perfeição. Sempre importante em qualquer cirurgia estética, a conversa com o cirurgião deve esclarecer qualquer dúvida do paciente, que dividirá suas expectativas quanto aos resultados.

O médico, além de todas as recomendações e esclarecimentos, orientará o paciente a respeito do pós- operatório, para que ele possa se organizar quanto à data ideal da cirurgia, já que deverá ficar de repouso alguns dias e poderá optar pelo período de férias para não precisar voltar às atividades antes que os resultados da cirurgia estejam completos, os hematomas e edemas ainda deformem suas feições, por exemplo.

Os riscos são apenas os que acompanham qualquer procedimento cirúrgico, com relação à anestesia ou complicações específicas ao procedimento, mas a escolha de um profissional experiente e bem-conceituado aumentam as garantias de sucesso.

Podem ocorrer alguns hematomas e também problemas de cicatrização principalmente em fumantes, assim como reações à anestesia e infecções. Esses são problemas possíveis de acontecer, mas não quer dizer que ocorram frequentemente. Os riscos são reduzidos se as orientações do cirurgião forem seguidas.

Na consulta inicial, após conhecer seu quadro clínico, o médico pedirá os exames clínicos e laboratoriais de praxe e também fará a indicação de cremes dermatológicos que devem ser usados para preparar a pele para a cirurgia, assim como orientará o paciente sobre restrições de alimentos, bebidas e fumo, etc.

A internação para a cirurgia normalmente é dispensada em se tratando de clínicas que tenham estrutura de Day Hospital, pois é feita em regime ambulatorial, a não ser em casos específicos, de pacientes mais idosos, com problemas de saúde ou procedimentos maiores, aí então a opção é por um hospital geral.

As anestesias que podem ser aplicadas são a local e a sedação, ou a geral, dependendo de cada caso, da preferência do paciente e do médico, em qualquer dos casos, há a presença de anestesista responsável.

O tempo de cirurgia de um lifting completo pode levar várias horas e geralmente preferem realizar toda em única etapa, a não ser quando o procedimento for muito extenso, quando então será feito em duas etapas.

A cicatriz é para ficar imperceptível, pois os médicos costumam utilizar o cabelo e a orelha para disfarçá-la. No lifting de testa, a incisão é feita bem no alto da testa, antes do ponto de implantação dos cabelos, por isso fica encoberta pelos cabelos.

Após a cirurgia, nas primeiras 24 horas, o rosto estará inchado e pode haver dor, que será amenizada pelos remédios analgésicos prescritos pelo médico. O repouso deve ser feito nos primeiros dias, sempre com a cabeça mais elevada. Se houver um dreno, ele será retirado em 1 ou 2 dias, edema e equimoses são normais, além de certa anestesia e dureza da pele. Os curativos são removidos entre um e cinco dias e pontos são removidos de cinco a sete dias.

O preço médio de um lifting facial é de R$4.500. (www.plasticahoje.com.br).

Veja como é feito o Facelift

Facelift

As incisões começam na região temporal e se estendem inferiormente, sempre se dirigindo para a região da orelha e do cabelo, onde as cicatrizes serão escondidas.

Facelift

O excesso de pele é retirado e os músculos da face e pescoço são tratados, para restaurar a firmeza dos tecidos que formam a face.

Facelift

A pele é estirada em direção supero – posterior e as suturas são realizadas próximas as orelhas, anteriormente e posteriormente.

Facelift

A cicatriz fica escondida na zona do cabelo.

* Leia mais sobre lifting facial e outras cirurgias plásticas no site Naturale.

Veja mais!