Por Nayla Georgia em 18/03/2013

Acordar com uma espinha parece um pesadelo para muitas mulheres e elas logo procuram espremê-la para se livrar dos olhares alheios que serão redirecionados ao pontinho vermelho. Entretanto o ato de espremer espinhas pode ser muito perigoso, causando uma inflamação ainda maior, por exemplo, e ainda deixando a área mais dolorida.

Fique ciente dos riscos que corre ao espremer espinhas

Espremer espinhas é super perigoso!

Foto: Reprodução

  • Ao espremer a temida espinha, momentaneamente pode até ser que seu efeito diminua, mas logo depois ela volta e ainda pior. O ato de espremê-las machuca a pele e deixa uma ferida aberta ao retirar o pus, ou seja, uma porta aberta para as bactérias entrarem no sistema e agravar a pequena acne;
  • Quando se espreme uma única espinha é como se aumentasse as chances de outras aparecerem no mesmo local, dificultando que o efeito tão indesejado desapareça e ainda dando caminho para inflamações mais sérias;
  • Em pessoas que apresentam imunidade baixa, sobretudo portadores de HIV ou outras doenças, é mais fácil o desenvolvimento de infecções graves ao remover incorretamente uma espinha;
  • Certos casos de remoção incorreta de espinhas podem deixar marcas que irão ficar na pele permanentemente, apenas podendo ser tratadas com peelings e outros tratamentos dermatológicos indicados por um médico.

O que fazer quando surgir uma espinha?

Conhecendo todos os malefícios que uma remoção errada de espinha pode trazer, a dúvida de como agir de maneira correta surge. Para as espinhas que aparecem com pouca frequência, o ideal é fazer uma boa higienização na pele e aplicar um gel secativo na área antes de dormir. O gel tem em sua fórmula o extrato de benzoíla e o ácido salicílico, que são substâncias muito eficientes no processo de secar as espinhas de forma natural, sem que cause danos à pele. Nos casos mais severos, também conhecidos como acne, o tratamento deve ser ditado por um dermatologista, que irá passar sabonetes, hidratantes e outros produtos que irão ajudar você a se livrar das muitas espinhas.

Mantenha a pele limpa e hidratada

  1. Começo do dia: Ao acordar, lave bem o rosto com sabonete próprio para a limpeza facial, depois limpe a pele com adstringente e passe protetor solar em gel (livre de óleo).
  2. Fim do dia: Antes de dormir é importante limpar bem a pele como feito na manhã e aplicar uma pomada antiacne e também o gel secativo.
  3. Uma ou duas vezes na semana: Esfolie a pele, afinal o processo ajuda a remover o tecido morto da pele, o que garante a desobstrução dos poros.

Atenção!

Todas as dicas de produtos acima apenas devem ser levadas em consideração caso o seu médico tenha prescrevido-os para você. Jamais use produtos para a cura da acne sem que um profissional tenha receitado, pois poderá agravar o seu quadro. Também nunca faça uso das receitas caseiras, como a pasta de dente, para secar mais rápido as espinhas. Tal tratamento não foi comprovado pelos estudiosos e pode causar uma irritação na pele.

Veja mais!