Por Nayla Georgia em 19/06/2013

Difícil de acreditar que certos óleos podem emagrecer depois das muitas condenações às frituras. Embora fritar alimentos com óleo seja mesmo não ideal para a boa saúde, existem determinados tipos de óleos que são ricos em ingredientes saudáveis. Esses são um tanto carinhos, mas valem muito à pena quando se procura melhorar as condições do organismo e ainda perder alguns quilinhos mais rapidamente.

5 tipos de óleo que ajudam a perder peso

Óleo de coco

Óleo de coco

Foto: Reprodução

É um dos favoritos para a perda de peso, pois aumenta a saciedade, reduz a quantidade demasiada de insulina, regula o intestino e otimiza o processo de queima das gorduras.

Como consumir: No máximo duas colheres de sobremesa adicionadas ao suco, iogurte, shake ou substituindo o óleo comum a cada dia.

Óleo de girassol

Óleo de girassol

Foto: Reprodução

Esse é especial para quem não consegue se desfazer dos doces no dia a dia. Em sua fórmula, se encontra o triptofano, que é precursor da serotonina (hormônio que deixa o humor mais feliz). É por esse fator que a vontade de comer os doces irá diminuindo aos poucos.

Como consumir: Duas colheres de sopa ao dia são suficientes. Adicione em massas, ensopados e salgados, depois de prontos.

Óleo de macadâmia

Óleo de macadâmia

Foto: Reprodução

Fonte rica nos ômegas 7 e 9, que ajudam a manter a juventude e reduzem o açúcar no sangue, respectivamente. Esse óleo consegue inibir um pouco a fome e também diminui as chances do organismo estocar gordura.

Como consumir: Adicione na salada duas colheres de sopa do óleo de macadâmia natural.

Óleo de gergelim

Óleo de gergelim

Foto: Reprodução

Rico em ômega 6 e 9, o óleo de gergelim pode ser feito a partir da semente branca, vermelha, preta ou amarela. É também uma fonte de sesamol, substância que protege o fígado da oxidação, fazendo o organismo acumular menos gorduras e toxinas. Este óleo é famoso por diminuir a gordura abdominal.

Como consumir: Uma colher de sopa em jejum, para lubrificar o intestino. Também pode acompanhar saladas e molhos orientais.

Óleo de linhaça

Óleo de linhaça

Foto: Reprodução

É mais conhecido por ser a fonte mais rica em ômega 3, que reduz processos de inflamação e dificulta os depósitos de gordura de serem formados. O óleo de linhaça também consegue melhorar o equilíbrio da glicose no sangue e acaba por prolongar a saciedade.

Como consumir: Duas colheres de sopa na salada é o suficiente para o dia. Para melhorar o sabor, adicione azeite de oliva.

*Fique ligada: Não vale exagerar no consumo dos óleos para emagrecer mais rápido, pois pode acabar resultando em efeito contrário ao desejado, ou seja, deixando a barriga grandinha!

Veja mais!