Publicado por Natália Petrin

Nós mulheres estamos constantemente em busca de formas eficazes de depilação que nos permitam ficar livres de alergias e de tantos outros problemas. Existem, no entanto, muitos métodos e cada um deles conta com prós e contras, além de tempos variados de duração. Conheça algumas dessas formas.

Fotodepilação

A fotodepilação é feita por meio de emissão de luz pulsada ou IPL, como também é conhecida. Essa luz age na melanina do pelo e, por meio do calor, destrói as células que o produzem, atingindo a segunda camada da pele conhecida como derme, área onde se encontram os folículos pilosos, além das células germinativas.

Prós

São necessárias, após o final do tratamento, apenas algumas sessões de duas a três vezes por ano para manutenção, o que vai depender da fisiologia da pessoa. É considerado, portanto, um tratamento duradouro e eficiente, e, além disso, é praticamente indolor.

Contras

É preciso tomar cuidado, pois, apesar de não agredir a pele, a tecnologia utilizada pode gerar alguns efeitos colaterais transitórios e reversíveis. É importante que a pele seja mantida hidratada durante todo o tratamento e, além disso, a mesma deve estar sem bronzeamento.

Depilação com cera é um procedimento relativamente barato e prático

Foto: Reprodução/ internet

Depilação a laser

A depilação a laser atua por meio do calor que age na derme. Além de destruir os folículos pilosos, a mesma também age nas células germinativas.

Prós

O tratamento é considerado duradouro, necessitando apenas de algumas sessões, entre duas e três, como forma de manutenção anual. Isso pode variar de pessoa para pessoa.

Contras

Pode haver a ocorrência de manchas, dores, vermelhidão, irritação, formação de pequenas feridas na pele ou ainda queimaduras. O procedimento causa sensação de fisgada, queimação e dor. É importante manter a pele hidratada e livre de bronzeamento. O processo é relativamente caro, quando comparado aos outros.

Depilação com cera

A cera pode ser quente ou fria e é aplicada diretamente na pele, removendo os pelos pela raiz, mas não eliminando as células germinativas.

Prós

O procedimento é relativamente barato e prático. A duração do resultado é mediana.

Contras

O método deve ser repetido, em média, a cada 20 dias, pois os pelos continuam nascendo devido à não eliminação das células germinativas. Pode causar manchas, escurecimento da pele, além do encravamento dos pelos, ressaltando ainda que este é um método doloroso, sendo a cera fria mais causadora de dor que a quente.

É importante evitar exposição ao sol em um período de 48 horas antes da depilação e 78 horas após a depilação.

Depilação com lâmina

A lâmina é comumente usada com água morna e a forma correta é fazendo uso de um gel para depilação ou ainda sabonete. Isso é importante para que a pele se mantenha úmida. Em seguida, deve-se passar a lâmina nova cortando os pelos.

Prós

O método é rápido, prático e dá para fazer sozinha, além de ser indolor e barato.

Contras

É preciso repetir o procedimento a cada dois dias, em média, pois os pelos voltam a aparecer. Pode causar alergias, encravamento dos pelos e ressecamento. Não arranca as raízes nem queima os folículos.

Veja mais!