Por Ana Ligia em 09/05/2017

Depilação é sempre um grande problema na vida de quem possui pele sensível. Mesmo aquelas pessoas que optam por não usar a lâmina na hora de remover os pelos, ainda assim, costumam ter bastante irritação com quase todos os métodos.

Uma depilação originada há mais de cem anos no Oriente Médio pode ser a grande solução para pessoas com a derme hipersensível. A conhecida como depilação egípcia é indicada para quem sofre de alergia e pode ser aplicada até mesmo no rosto.

O procedimento consegue remover, de uma só vez, uma linha inteira de pelos. Graças à ligeira fricção na pele, além de não causar alergia, a região depilada ainda fica mais clara, efeito contrário de alguns métodos depilatórios, que tendem a escurecer a pele, principalmente na região da axila.

Depilação Egípcia: a nova queridinha das mulheres. Conheça

Foto: depositphotos

A depilação com linha

“A depilação com linha pode ser feita em qualquer região do corpo, mas é comum ser escolhida para a retirada dos pelos do rosto. Nas mulheres, além da sobrancelha, a testa, buço, queixo, bochechas e pescoço são as áreas de preferência”, conta a diretora da clínica especializada em depilação Depyl Action, Danyelle Van Straten.

Além de promover um maior alívio para quem considera pelos um problema, a depilação egípcia ainda ajuda a ativar a circulação do rosto, elimina as células mortas, previne manchas, não provoca flacidez ou queimaduras, afina e diminui a produção de pelos na região, evita os encravados, é higiênico e natural, preserva a queratina natural da pele e, é claro, não provoca alergias.

Veja mais!