Por Débora Silva em 22/08/2016

A área ao redor dos olhos é a parte mais sensível, fina e delicada do rosto, com característica e estrutura epidérmica diferenciada.

A cada dez anos, a pele da área dos olhos fica 6% mais fina, o que contribui para o aparecimento de bolsas, olheiras e rugas. Neste artigo, descubra o que fazer para tratar esta região.

A sensibilidade da área dos olhos

A área ao redor dos olhos é mais suscetível aos sinais de envelhecimento devido a várias características fisiológicas.

De acordo com o dermatologista Dr. Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a região apresenta a fragilidade das fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação dessa pele que fica 6% mais fina a cada dez anos.

Cuidado na área dos olhos para evitar rugas, olheiras e bolsas

Foto: depositphotos

“Também é uma área pobre em glândulas sebáceas e sudoríparas, tem sua lubrificação natural de sebo e suor reduzida em até 60%, em comparação com outras partes do rosto. Portanto, está mais sujeita ao ressecamento e à flacidez, o que facilita a instalação de linhas de expressão no local”, comenta o profissional.

A sensibilidade da pele da área dos olhos colabora para o aparecimento de problemas como rugas, pés-de-galinha, bolsas e olheiras.

A dermatologista Dra. Cláudia Marçal, membro da SBD, afirma que é essencial aplicar cremes específicos para a área dos olhos.

De acordo com a especialista, a formulação dos cremes específicos para área dos olhos contém ingredientes em concentração e texturas adequadas para tratar a região sem irritar os olhos.

Marçal afirma que os ativos dos cremes devem estimular os fibroblastos, responsáveis pela síntese de novas fibras de colágeno e elastina, além de fornecer ação drenante e despigmentante.

A dermatologista ainda lembra que é muito importante higienizar adequadamente a região e tirar toda a maquiagem, para evitar as olheiras e o envelhecimento.

Os problemas que podem afetar a área dos olhos

Saiba mais sobre os problemas que mais afetam a área ao redor dos olhos.

Rugas

Segundo o dermatologista Dr. Jardis Volpe, as principais causas para o aparecimento das rugas são: alimentação inadequada, falta de hidratação, movimentos repetidos e constantes e exposição demasiada ao sol.

“Os cremes com retinol em lipossomas são excelentes opções para promover efeito de renovação celular e devem ser usados à noite, juntamente com ácido hialurônico Hyaxel, que dá a sensação de preenchimento nas camadas mais profundas”, aconselha o especialista. O dermatologista ainda afirma que, durante o dia, é recomendável o uso de antioxidantes como vitamina C e E, além do filtro solar e óculos de sol.

Olheiras

As olheiras podem ter causa genética e piorar com a alimentação rica em açúcar e sal, além da ingestão de álcool.

A dermatologista Dra. Claudia Marçal afirma que as olheiras violáceas ou as mistas com tons acastanhados e arroxeados podem surgir devido a diversos fatores, incluindo noites mal dormidas, TPM, excesso de bebidas alcoólicas e tabagismo.

“O tratamento pode e deve ser realizado com o uso de hidratantes específicos com peptídeos, ácido hialurônico, silício, antioxidantes associados a retinol ou alfa-hidroxiácidos, meiyanol, cafeína, chá verde, ácido kójico, em associação via oral com fotoproteção imunológica com Polypodium Leucotomos, Picnogenol e Exsynutriment”, recomenda a médica.

Bolsas

De acordo com o dermatologista Dr. Jardis Volpe, as duas bolsas de gorduras na área ao redor dos olhos incham facilmente devido à circulação deficiente, o que provoca a retenção de líquido.

Ainda de acordo com o especialista, o problema se agrava com fatores com sono atrasado, gripe, choro, TPM e ingestão de álcool ou alimentos condimentados.

Para reduzir as bolsas, recomenda-se a aplicação de cremes à base de vitamina K, cafeína e extratos de castanha da índia, que estimulam a drenagem dos vasos e reduzem a inflamação.

“Cremes tensores também são ótimos aliados para combater as bolsas, pois esticam a pele e diminuem o inchaço. Mas se o acúmulo de gordura e pele for muito grande, os cremes e tratamentos utópicos, sozinhos, não irão funcionar completamente e é necessário o uso de tecnologias como radiofrequência ou Fotona”, acrescenta Volpe.

Veja mais!