Por Lilian Druzian em 18/10/2011

A ansiedade atinge muitas pessoas atualmente, contribuindo para o agravamento de quadros de estresse, que é o grande mal dos nossos tempos, com todos os seus sintomas e efeitos sobre a saúde de um modo geral. A rotina corrida e cada vez mais cheia de obrigações e prazos a cumprir, fazem com que a ansiedade seja constante!  Até mesmo as crianças podem ser afetadas!

Mas, apesar de não podermos virar as costas para nossa realidade e correr para uma rede à beira-mar, existem maneiras de aliviar os sintomas da ansiedade ou, melhor ainda, de evitá-la! E mais, não são necessários grandes esforços para isso nem tratamentos caros, a nossa alimentação é capaz de garantir esse feito!

Bem-Estar

Alimentos que podem ajudar a reduzir os efeitos da ansiedade

  • ALIMENTOS RICOS EM TRIPTOFANO ­- esta substância promove sensação de bem-estar, por isso, deve ser ingerida já ao café da manhã. Leite e iogurte desnatado, queijo branco, banana, cereais e pães integrais, biscoitos integrais, frutas e mel,abacate e castanhas são boas pedidas para o desjejum. No almoço também podem ser ingeridos: batata, feijão, lentilha, soja e derivados, massas integrais, arroz integral e selvagem e legumes.
  • CÁLCIO E MAGNÉSIO – também são muito importantes no combate à ansiedade, consuma leite e seus derivados, algas marinhas,couve, sardinha, brócolis e salmão.

Também existem suplementos naturais que podem ser incorporados à alimentação

  • 5-hidroxitriptofano (aminoácido que produz a sensação de bem-estar como a serotonina);
  • Dolamita (Cálcio e Magnésio);
  • Óleo de peixe ou de linhaça;
  • Levedo de cerveja (complexo B);
  • Chás como “kava-kava”, “erva-de-são-joão”, “valeriana” e “camomila’.

Devem ser evitados

Chocolate

  • RICOS EM CAFEÍNA – o café, o chocolate, que, apesar da fama de trazer bem-estar, funciona apenas momentaneamente e desencadeia maior ansiedade em seguida;
  • ELEVAM NÍVEIS DE AÇÚCAR NO SANGUE – açúcar refinado (doces) e refrigerantes elevam os níveis de açúcar no sangue de forma rápida, o que causa irritabilidade, tensão e até depressão;
  • ÁLCOOL – contribui para aumentar a ansiedade e a depressão;
  • TOXINAS ACUMULADAS – uma dieta desintoxicante pode ser uma poderosa aliada para eliminar a ansiedade, para isso, prefira alimentos in natura, aumente o consumo de hortaliças e frutas e diminua o consumo de carne vermelha, leite integral, café, álcool e chá preto.

Medidas complementares à alimentação para reduzir a ansiedade

  • Uma boa noite de sono é essencial para recuperar a energia, por isso, garanta condições para dormir bem e por, no mínimo seis horas;
  • Não pule refeições, principalmente o café da manhã e dê preferência aos alimentos ricos em Triptofano; também é importante manter os níveis de açúcar estáveis com pequenas refeições em curto espaço de tempo;
  • Alongue-se! Antes de sair da cama pela manhã, espreguice sem pressa e durante o banho matinal faça movimentos que facilitem a entrada de ar nos pulmões, para que o sangue oxigene bem;
  • Durante o período de trabalho, também, procure levantar-se e alongar-se de tempos em tempos, relaxando alguns momentos;
  • Evite sofrer por antecipação, aprenda a controlar sua reação diante das situações, mude seu foco mental!
  • Com  a mente tranquila, sempre será mais fácil resolver qualquer problema! Busque a tranquilidade!

Veja mais!