Por Lilian Druzian em 26/11/2011

O que é?

É uma manifestação na pele de uma reação alérgica à alguma substância com a qual se tem contato, inala ou ingere, como alimentos, perfumes, medicamentos, ou ainda aos agentes físicos, como frio ou calor. São placas avermelhadas e altas que coçam muito.

Quando há a reação, os mastócitos, que são certos tipos de células da nossa pele, liberam substâncias, como a histamina, ocasionando os sintomas.

Como podem ser os sintomas?

A urticária surge de forma aguda, durando pouco tempo, normalmente alguns dias, ou de forma crônica, levando semanas  para sumir.

+ AGUDA: as lesões são variadas, podem ser pequenas ou extensas, podendo surgir num lugar e sumir, reaparecendo depois em outra área, sempre com muita coceira e também, altas, inchadas. Essas lesões, podem se agrupar e atingir grandes áreas, ou não.

Nesse caso está incluso o Edema de Quincke, que é um tipo de urticária cuja característica principal é o inchaço. Costuma ocorrer no rosto, inchando lábios e olhos e, se atingir a laringe, pode ser muito perigoso, já que bloqueia a respiração, podendo causar asfixia.

+ CRÔNICA: nesse caso as reações são menos intensas, as lesões são menores e podem também sumir por certo período e reaparecerem, ou permanecerem continuamente.

Alguns  tipos de urticária são bastante comuns:

  • URTICÁRIA POR PRESSÃO: quando surge uma reação quando a pele sofre com alças apertadas (de sutiã, por exemplo) ou elásticos de calças.
  • URTICÁRIA POR FRIO: quando surge uma reação após exposição ou permanência ao frio, como banhos gelados de piscina, mar, etc.
  • DERMOGRAFISMO: algumas vezes, após coçar a pele, surge a lesão em forma linear.

Como pode ser o tratamento?

Um médico dermatologista deve ser consultado para que examine o paciente e descubra quais os possíveis fatores desencadeantes da reação, que deverão ser tratados. Inicialmente, cremes e pomadas de uso tópico à base de cânfora ou outras substâncias calmantes, ajudam a aliviar a coceira e, os anti-histamínicos, bloqueiam sintomas causados pela histamina.

Nos casos do edema de Quincke, as providências devem ser tomadas rapidamente, já que oferece risco de morte. Poderão, nesse caso ser indicados, além dos anti-histamínicos, corticostercóides de ação rápida, para evitar o edema de laringe.

Em casos de urticária crônica, os sintomas causadores devem ser investigados para que sejam tratados e evitados posteriormente, mas, muitas vezes, a causa não é descoberta, visto que até mesmo problemas emocionais podem desencadear e manter a urticária.

Veja algumas fotos descritivas de casos de urticária

Foto de caso de urticária

Aguda, pequenas placas espalhadas, levemente inchadas.

 

Foto de caso de urticária

Dermografismo, causado por coçar a pele.

 

Foto de caso de urticária

Manifestação aguda, várias lesões espalhadas.

 

Foto de caso de urticária

Costas com manifestação crônica de urticária, lesões pequenas e espalhadas.

 

Foto de caso de urticária

Sintoma agudo, grande extensão de pele atingida.

Veja mais!