Por Jéssica Vanessa em 16/07/2012

A corrida é um dos exercícios mais recomendados para quem quer se manter saudável e ainda perder as gordurinhas indesejáveis. Por acelerar e aumentar o metabolismo, ela torna mais eficiente a queima das calorias e faz com que mesmo algumas horas depois do exercício o organismo permaneça ainda acelerado. Ou seja, durante e após ocorre a queima da gordura. Quem possui uma rotina intensa deve praticar esta atividade, pois ela emagrece, ajuda no bom funcionamento do corpo e além de tudo, tranquiliza e tira a tensão.

Alguns cuidados devem ser tomados para a realização correta desta prática, como, por exemplo, o tempo máximo de corrida que seu corpo consegue absorver e como deve ser feita a escolha do tênis ideal.

Tênis de corrida

Foto: Reprodução

Existem vários tipos de tênis e o mais importante para hora de comprar um é saber como você pisa (algumas pessoas fazem mais força em uma parte do pé do que na outra). Isso fará uma enorme diferença, talvez até no preço.

Como avaliar o jeito de pisar?

Várias lojas de calçados fazem a avaliação gratuita, ajudando o cliente a escolher do jeito certo qual tênis adquirir (são os chamados “test-drive”, onde eles pedem para o cliente andar, correr e fazer freadas usando o produto). Lojas de artigos esportivos costumam avaliar a pisada em um pequeno teste, de no máximo cinco minutos. Clínicas especializadas também realizam testes (baropodemetria). Mas, uma forma simples e rápida de avaliar o seu tipo de pisada é observando como está o desgaste do tênis que atualmente mais usa.

Como fazer o teste em casa e quais os tipos de pisada

Tipos de pisada

Tipos de pisada | Foto: Reprodução/http://aniversariolojasilva.com.br

  • Pronada: Quando acontecer da parte de dentro da sola do tênis estar mais desgastada, isso quer dizer que a pisada é mais para dentro.
  • Neutra: É a pisada equilibrada, isso quer dizer que o estado do tênis vai estar parecido em todas as partes.
  • Supinada: Quando perceber que a parte externa da sola está mais desgastada, isso significa que sua pisada é mais para fora.

Alguns outros fatores que devem ser considerados na escolha do tênis de corrida

  • Tipo de arco de pé: Pode ser normal, chato ou com arco elevado. O pé normal é aquele que deixa uma pegada mostrando bastante o calcanhar e a parte da frente do pé, sempre ligadas por uma linha larga. O pé chato é aquele que deixa praticamente toda a marca do pé na pegada, pois tem um arco baixo. Já o pé com arco elevado geralmente deixa na pegada somente o calcanhar e a parte da frente do pé.
  • O peso: Tênis de pessoas com o peso mais elevado tendem a se desgastar mais cedo. Nestes casos, é recomendado procurar um tênis mais durável e com maior estabilidade.
  • A quantidade de exercício que pretende realizar: Quanto maior o ritmo, é recomendado o uso de tênis com base maior. Consequentemente, se o ritmo for menor, tênis com base maior.

Além dos tênis adaptados a cada tipo de pisada, há pouco tempo foram lançados tênis que possuem pouco amortecimento, ou seja, correr usando um deles é quase igual a correr descalço. O necessário mesmo é que, na hora de escolher, cada um tem que ficar com o modelo pelo qual se interessou e no qual se sinta confortável, pois a compra de um tênis errado pode causar, no mínimo, dores durante e depois o exercício. Vale ressaltar que o tênis ideal ajuda na proteção das articulações e diminui lesões.

Veja mais!