Por Gabriel Oliveira em 10/07/2011

A flacidez é um dos maiores inimigos que uma mulher pode ter. Ela pode aparecer em qualquer uma, seja magra, acima do peso, jovem ou que tem uma idade mais avançada. Aparece nas partes mais visadas, como braços, coxas, barriga e bumbum.

Pode ser causada por vários fatores, um deles é a predisposição genética, onde os hormônios femininos ajudam no depósito de gordura no corpo. São esses hormônios que “esculpem” a silhueta de curvas das mulheres. Quando funcionam de modo errôneo, começam a causar um excesso de gordura depositada nas áreas citadas anteriormente, causando a flacidez e muitas vezes também a celulite. Outra causa da flacidez é a falta de colágeno na pele, proteína responsável por sua sustentação, que após os 30 anos de idade, começa a ficar carente em nosso organismo, sendo necessária sua reposição. Além desses dois motivos, pode-se citar como causadores da flacidez o fumo, gravidez, obesidade e processo rápido de emagrecimento.

Como diminuir a Flacidez

Existem duas maneiras de se representar a flacidez:

. Flacidez Dérmica: afeta apenas a pele, é superficial.

. Flacidez Muscular: afeta os músculos, é profunda.

Exercícios Físicos, a melhor maneira de se combater a flacidez.

A maneira mais adequada de se combater a flacidez é a prática de atividades físicas, como aeróbica (bicicleta, caminhadas, natação, entre outros) e musculação, que ajudam na perda de gorduras localizadas e no enrijecimento dos músculos, diminuindo ou até eliminando de vez a flacidez se praticados regularmente. Outra forma de se acabar com a flacidez é à base de uma alimentação sem excesso de gorduras, que também favorecem a criação de celulites e estrias.

Outro grande aliado contra a flacidez é o colágeno. Ele ajuda na manter a elasticidade e a firmeza da pele, evitando a flacidez ocasionada pelo avanço da idade.

Além dos métodos citados, existem vários outros como:

  • Usar protetor solar e não se expor em excesso ao sol;
  • Não fumar;
  • Diminuir o efeito sanfona (engordar / emagrecer e vice-versa);
  • Evitar a ingestão excessiva de álcool;
  • Tomar água em abundância;
  • Usar hidratantes na pele;
  • Se puder, faça drenagens linfáticas.

Veja mais!