Por Daiane Silva em 23/08/2011

Cirurgia plástica

Localizada no Rio de Janeiro, a clínica funciona em duas edificações, sendo os consultórios em uma casa do início do séc.XX cujas recepcionistas são trilíngues. A clínica tem estrutura de um centro hospitalar moderno, com quatro salas de cirurgia; uma sala de terapia intensiva; Seis salas de atendimento ambulatorial (com suporte pós-operatório e check-up pré-operatório) ainda dispõe de quatorze suítes para pacientes e acompanhantes.

Clínica PitanguyUma clínica onde a beleza é aliada ao bem-estar sempre, pois sua filosofia é o equilíbrio entre beleza, saúde e qualidade de vida.

Alguns procedimentos que a clínica oferece

Cirurgias estéticas

  • face e pescoço;
  • peeling de CO2;
  • pálpebras;
  •  nariz;
  • redução ou aumento de mamas;
  • lipoaspiração;
  • abdominoplastia;
  • glúteos;
  • orelhas;
  • calvície e transplante capilar.

Cirurgias reconstrutoras

  • revisão de cicatrizes;
  • enxertos de retalhos;
  • expansores de pele;
  •  reconstrução mamária;
  • microcirurgia.

É referência mundial em cirurgia plástica e reconstrutora, tendo o professor Dr. Ivo Pitanguy à frente dos trabalhos de uma equipe de cirurgiões afinados com sua filosofia e técnicas desde 1963.

Contato

Endereço: Rua Dona Mariana, 65 – Botafogo – Rio de Janeiro – RJ – Brasil – CEP: 22280-020 –

Telefone: (21) 2266-9500 – Fax: (21) 2539-0314

Conheça um pouco da história de Pitanguy

O Dr. Pitanguy é mineiro, tem oitenta e cinco anos de idade, começou a cursar medicina na Universidade Federal de Minas Gerais e formou-se pela faculdade de medicina do Brasil, que atualmente é a  universidade federal do Rio de Janeiro. Filho de um cirurgião-geral, o Dr. Antônio de Campos Pitanguy que dizia: “A medicina dá a satisfação de ser útil. O médico traz a esperança.” , ele despertou para a medicina  por influência do pensamento do pai e sua carreira acumula feitos marcantes e até mesmo históricos para a cirurgia plástica no nosso país.

Ivo PitanguyEste médico de temperamento humanístico e sempre interessado por tudo o que a vida tem a oferecer, esteve sempre à frente de seu tempo no que diz respeito aos avanços dos estudos de novas técnicas de cirurgia plástica. Em 1940, quando a cirurgia plástica ainda não era uma especialidade e as dificuldades da profissão desanimavam muitos jovens cirurgiões, ele se empenhou e ganhou uma bolsa de estudos num concurso do Institute of Internacional Education, partindo para os EUA, como cirurgião residente do serviço do professor John Longacre, frequentou nessa época o serviço de cirurgia plástica do Dr. John Marquis Converse, em Nova Iorque. Na volta ao Brasil, com a criação do 1º serviço de Cirurgia de Mão na América do Sul, ele pôs em prática o conhecimento adquirido e atuou na 19ª enfermaria como chefe do Serviço de Cirurgia da Santa Casa, o primeiro de cirurgia de mão da América do Sul, ajudando e dando esperança e dignidade a pessoas carentes e com deformidades.

Um ano depois, foi para Paris a convite de um dos criadores da cirurgia de mão, Marc Iselin, onde ficou de 1950 a 1951, em Paris participou dos serviços de outros renomados cirurgiões e, ainda na Europa, aprimorou suas técnicas com dois mestres da cirurgia plástica na Inglaterra.

Quando voltou ao Brasil, atuou como chefe do Serviço de queimaduras e de Cirurgia Reparadora do Hospital Souza Aguiar de 1952 a 1955; sendo que em 1954 chefiava o Serviço de Cirurgia Plástica e Reparadora da Santa Casa. Pitanguy implantou uma estrutura pioneira de formação profissional e de ensino, da qual faz parte o curso de pós–graduação em cirurgia plástica que já formou mais de 500 profissionais do país e mais 40 países.

Pelo extenso e notório trabalho que realiza, principalmente na Santa Casa, onde os benefícios  da cirurgia plástica são estendidos à população carente, esse admirável médico e professor já recebeu inúmeros prêmios e honrarias, inclusive do Papa João Paulo II, o Prêmio Cultura pela Paz. É membro de entidades acadêmicas e culturais de respeito, inclusive da Academia Brasileira de Letras, autor de cerca de 800 trabalhos científicos em revistas no Brasil e fora dele e publicou uma série de livros, recebendo um prêmio por um deles na Feira do Livro de Frankfurt e este se tornou fonte didática e científica. Além do trabalho em sua clínica, apresenta conferências e ministra aulas em universidades e entidades médicas do Brasil e exterior a convite destas.

Por tudo isso, é o maior nome em cirurgia plástica do Brasil e seu nome é sinônimo de credibilidade.

Veja mais!