Por Ana Ligia em 06/04/2017

Uma boa noite de sono não garante apenas o descanso e a certeza que acordaremos mais dispostas. Dormir bem também ajuda a fortalecer a memória, controla problemas como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares e ainda previne a obesidade e depressão.

O sono regulado e tranquilo ainda ajuda a melhorar o humor durante o dia, favorece o desempenho físico e é uma excelente maneira de aperfeiçoar o desempenho durante o trabalho e estudos.

Mas para que o sono seja algo que traga somente benefícios para a sua saúde é importante ficar atenta a um critério: a posição em que nos deitamos.

Dormir em uma posição incorreta pode acarretar em diversos danos, entre eles dores nas articulações e músculos.

Atenção dorminhocas! Postura correta para dormir evita dores e garante benefícios

Foto: depositphotos

“Acordar com dor é um sinal de que a noite foi mal aproveitada e que devemos nos preocupar com a nossa postura, nosso colchão e nosso travesseiro”, destaca o fisioterapeuta com especialização em reabilitação e traumatologia, André Nogueira.

Qual a posição correta para dormir

Segundo o especialista, o mais indicado é dormir com um travesseiro entre as pernas. Isso ajuda a aliviar a sobrecarga da coluna que fica presente nos discos intervertebrais.

Além disso, esse método também é uma forma que irá lhe proporcionar um relaxamento maior durante o período em que você permanecer deitado. “Também é importante se atentar a altura do travesseiro que usamos para apoiar a cabeça. O ideal é que ele tenha a altura do ombro, para a cabeça não ficar inclinada”, ressalta Nogueira.

Devemos prestar atenção também à posição dos braços. Evite dormir com eles apoiando a cabeça. Essa forma irá prejudicar bastante a articulação dos seus ombros.

Outro alerta importante dado pelo profissional é evitar mudar de posição de forma brusca durante o tempo de sono. “Como estamos relaxados à noite, nossos músculos não estão preparados para agir normalmente, podendo ocasionar dores ao acordar”.

Veja mais!