Por Jéssica Vanessa em 05/07/2012

Devido à correria diária, a maioria das pessoas acaba trocando as refeições por lanches lotados de frituras. Em um cardápio saudável elas nunca foram bem vindas, não só pelo fato de conterem gorduras que prejudicam o organismo, mas também por proporcionarem o aumento de massa corporal. A fritura vai transformando a gordura insaturada em saturada, o que pode ser o motivo inicial de várias doenças, quando consumida em excesso. Pode produzir uma gordura chamada Trans, que está em linha reta com o aumento das doenças cardiovasculares e pode contribuir para a formação de substâncias cancerígenas. É difícil trocar batatinhas por alface, mas é preciso abolir ao máximo essa inimiga do corpo.

Frituras

Descubra os males de exagerar nas frituras | Foto: Reprodução

As frituras são verdadeiras tentações, pelos gostos e sensações que provocam. Retirar elas do cardápio de vez é uma verdadeira missão impossível, portanto, não é necessário fazer mágica. Com o tempo, ir percebendo que elas só somam pontos prejudiciais ao organismo vai se tornar normal, aí, aos poucos, elas vão começar a ser abandonadas. Mas para isso, é preciso conhecer os males que elas provocam.

Motivos para Fugir das frituras

  • Elas podem causar problemas cardiovasculares: Consumir diariamente uma quantidade grande de gordura saturada induz ao aumento do colesterol (ruim) e consequentemente à probabilidade de desenvolver doenças no coração.
  • Provocam o envelhecimento precoce: Quando há consumo exagerado, as fibras elásticas (aquelas que conferem firmeza e rigidez à parede arterial) são destruídas. Isso resulta na degeneração, ou seja, as rugas aparecem bem antes do que deveriam. Como as artérias impulsionam o sangue, a partir do momento que suas paredes são destruídas, o sangue passa a ser fornecido inadequadamente, diminuindo a vitalidade e até reduzindo o tempo de vida.
  • Elas possuem imensa quantidade de calorias: Em apenas um grama de gordura são encontradas aproximadamente nove calorias. Elas tornam “inflamatório” o alimento ingerido, que acumula gordura abdominal.
  • Elas provocam câncer: Quando o óleo é aquecido, a gordura saturada vai criando uma substância chamada acroleína, que é cancerígena. Quando reutilizado, a quantidade dessa e de outras substâncias (como a gordura trans) vai aumentando mais ainda.

É preciso ter cuidado com o preparo dos alimentos

Assim como é necessário prestar atenção na quantidade de açúcar, sal e gordura que já existem no que comemos, também é necessário tomar cuidado com a quantidade que será acrescentada no preparo do alimento. Alguns métodos são considerados mais saudáveis, como grelhar, assar ou cozinhar, em vez de fritar. Os óleos mais saudáveis para uso culinário são os de canola, oliva, milho, amendoim, soja e de girassol. Qualquer tipo de óleo utilizado nunca deve ser usado mais de uma vez e sempre deve ser aquecido no mínimo de tempo possível. Considerar também o tempo que o alimento permanecerá imerso, pois quanto menos tempo for submetido ao óleo, melhor.

Para pessoas que praticam atividade física esporadicamente, a fritura pode estar presente sem causar maiores danos, desde que o óleo seja sempre novo.

Veja mais!